Gestão

59% dos funcionários nunca deram feedbacks ao chefe

Da Redação
16 de outubro de 2019

Segundo pesquisa da Catho, dar e receber feedbacks foram destacados por 92% dos entrevistados, que acham que atitude é fundamental para o crescimento profissional. E isso inclui o gestor ser avaliado também

Créditos: Shutterstock

Feedback. Essa palavra tão usada no ambiente profissional é muito mais que um protocolo do universo corporativo. Ela é fundamental para a evolução das pessoas no trabalho. É por meio dessas conversas francas e transparentes que chefia e membros da equipe podem avaliar a qualidade e o desenvolvimento da carreira.

Foi o que atestou uma pesquisa realizada pela Catho neste mês com mais de 7 mil respondentes. Para 92,2% dos entrevistados, dar e receber feedbacks é fundamental, porém, 58,8% das pessoas já tiveram a oportunidade de avaliar o próprio gestor.

Leia também:

A importância do feedback dentro das corporações

Ainda segundo os entrevistados, os três motivos pelos quais eles não dão feedback aos chefes variam desde a percepção dos funcionários de que nada mudaria (33,4%); que o chefe não é bom ouvinte (27,5%), até o fato de que as coisas ditas entre ambos não teria o respaldo da empresa (18,7%).

“Esses dados comprovam que ainda falta muito diálogo e transparência na relação profissional. O feedback deve ser um mecanismo utilizado por todos, independentemente do cargo que ocupa, porque as pessoas devem buscar a melhora na sua performance profissional, inclusive quem ocupa cargos de chefia. E ouvir é uma das formas de conseguir esse objetivo”, explica a gerente sênior da Catho, Bianca Machado.

Para os que mesmo com todos os obstáculos ainda acreditam no feedback com o chefe, a pesquisa identificou os pontos mais abordados: o chefe favorece determinados colaboradores em detrimento de outros (20,9%); os créditos são apenas para ele e as críticas para os subordinados (14,4%) e é grosseiro/estressado (12,3%).

Já pensou em enviar um “Feedback anônimo delivery”?

Se diante de todos os motivos que, segundo os funcionários impedem um feedback “cara a cara” com o chefe, a Catho resolveu dar uma ajuda para melhorar essa relação tão conturbada, porém, fundamental no ambiente profissional. Em homenagem ao Dia do Chefe, comemorado no dia 16 de outubro, a empresa criou o Feedback anônimo delivery.

Por meio de uma ferramenta disponibilizada no site www.catho.com.br/lp/diadochefe, a pessoa tem a oportunidade de enviar um e-mail ao chefe com feedback no formato de um presente virtual, de maneira anônima e gratuita. Basta selecionar qual presente virtual você gostaria de enviar ao chefe; depois selecionar qual feedback quer enviar para personalizar o presente e, por fim, inserir o nome e e-mail do destinatário. Tudo isso de forma anônima.

São três opções de presentes virtuais para aquele feedback anônimo delivery:

– Para acordar e sair desse pesadelo, a pessoa pode enviar uma caneca com duas opções de frases: “Chá de sumiço, para afastar seu mau-humor”; e “Chá de memória, para lembrar da promoção prometida”.

– Para aquele chefe nem um pouco suave, uma opção é o vinho seco virtual com duas diferentes frases: “GRATIDÃO / beba SEM moderação” e “Onde há parceria / o resultado vem em dobro”.

– Por fim, para uma chave capaz de abrir uma melhor experiência no trabalho, nada melhor que o chaveiro com as frases “#Partiu / abrir a mente para outras opiniões?” e “Chave do reconhecimento / liberte os elogios”.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail


fake rolex