ABRH-SP lança Grupo de Liderança Feminina

Karin Hetschko
8 de Abril de 2014
iStock

Na manhã desta terça-feira (08), a ABRH-SP lançou o Grupo de Liderança Feminina em um evento no Hotel Tivoli, em São Paulo (SP). Com a plateia cheia de representantes da força feminina no RH, as anfitriãs do lançamento, as diretoras da ABRH-SP, Edna Rodrigues Bedani (Ticket), Edna Vasselo Goloni (Admix), Lilian Guimarães (Natura) e Luciana Côrtes Carvas (Hypermarcas), mostram a importância do tema no mundo corporativo, que ainda resvala na diferença salarial e de cargos de liderança entre homens e mulheres.

O evento ainda contou com a presença da Presidente da ABRH-Nacional, Leyla Nascimento, que compartilhou com a plateia algumas de suas observações sobre o assunto. De acordo com a executiva, a pesquisa do IPEA , sobre a percepção masculina de mulheres que usam roupas ousadas é uma mostra de como a nossa sociedade ainda não avançou nas políticas de diversidade. “Um em cada quatro brasileiros concordam total ou parcialmente de que mulheres que usam roupas que mostram o corpo poderiam ser atacadas [sexualmente]. Precisamos fazer uma reflexão sobre isso”, afirmou.

Visão mais humanizada
Apesar dos obstáculos, fora e dentro do ambiente de trabalho, as mulheres tem ganhado espaço nas últimas décadas com uma visão mais humanística do mundo dos negócios. “As decisões femininas, por mais duras que sejam no ambiente de trabalho, sempre são acompanhadas de um olhar mais humano da situação”, destaca Leyla. 

#L# E isso em um ambiente onde talentos são escassos acaba sendo um diferencial. Junte-se ao fato de que as mulheres investem mais em sua formação que os homens, deveríamos ver um cenário mais equânime no mercado de trabalho do que o apresentado. Encerrando o evento, esses e outros assuntos ligados à liderança feminina foram debatidos por especialistas como Alessandra Gianante, VP de RH da Avon, e Glaucimar Peticov, diretora de RH do Bradesco.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail