Ahgora e a inteligência digital

0
265

A Ahgora, empresa que atua no mercado de human capital management (HCM) para PMEs, mostra nesta edição do CONARH como o ambiente digital pode impactar significantemente a gestão de pessoas e, com isso, posicionar estrategicamente o setor de recursos humanos.

Uma das soluções trazidas pela empresa é a tecnologia que permite ao colaborador bater o ponto mesmo quando está fora do escritório. Essa possibilidade dá uma nova perspectiva para o mercado de trabalho, levando em consideração que 80% das empresas que já adotaram a prática o fizeram nos últimos cinco anos e 68% das empresas já adotaram o teletrabalho no Brasil, em suas diferentes modalidades (home office, trabalho de campo etc.).

“Acreditamos que a tecnologia ajuda as empresas e equipes a estarem a frente das mudanças. Ao automatizar rotinas, o departamento de RH pode se dedicar ao que realmente importa: as pessoas”, ressalta o CEO da Ahgora, Lázaro Malta.

Segundo ele, com a tecnologia, as empresas passam a fazer a gestão do tempo e de custos de equipes com previsibilidade e precisão; acompanham colaboradores externos em tempo real com alertas ao gestor em caso de atraso, o que possibilita agir rapidamente e repor o colaborador por meio do próprio sistema.

“Temos o compromisso de levar informações em tempo real e apoiar a tomada de decisão por meio da inteligência digital, que fornece dados e relatórios completos, facilitando o dia a dia da gestão de pessoas. E esse é o futuro”, diz Lázaro. “As empresas estarão cada vez mais resolvendo questões operacionais por meio da inteligência digital, pois estarão mais focadas em desenvolverem seus talentos e, dessa forma, se tornarem mais competitiva no mercado”, finaliza.

SHARE
Previous articleExperiência do consumidor deve ser levada para o trabalho
Next articleSenior e sua nova plataforma
Gumae Carvalho é editor de MELHOR – Gestão de Pessoas, revista oficial da ABRH. Antes, também trabalhou nas revistas Educação e Ensino Superior. Foi professor na Faculdade Cásper Líbero (onde se formou em 1993), assessor de imprensa, consultor editorial e um dos criadores do fanzine (e depois revista) Panacea.
[fbcomments]