Gestão

Animais pegam no batente

15 de Maio de 2012





Estudo realizado pela Universidade Virginia Commonwealth diz que esse animal pode fazer diferença de maneira positiva no ambiente de trabalho, amenizando o estresse e tornando as atividades diárias mais satisfatórias. O resultado preliminar da pesquisa mostrou que o estresse aumentou significativamente durante o dia, quando os proprietários deixaram seus cães em casa em comparação aos dias em que os levaram ao trabalho. “Embora preliminar, esse estudo fornece os primeiros dados quantitativos dos efeitos de cães de funcionários no ambiente de trabalho. Os resultados garantem, também, maior satisfação no trabalho, apoio e compromisso”, explicou Randolph Barker, pesquisador da universidade da Virginia.


No Brasil também…
Criada pela SimGroup, empresa focada no desenvolvimento e implantação de soluções de reconhecimento corporativo , a ação chamada de PetDay tem o objetivo de proporcionar um clima de descontração, diminuir o estresse e estimular a criatividade dos funcionários das empresas clientes da agência. Em uma dessas organizações, o projeto teve início em fevereiro e já modificou o ambiente ao quebrar a rotina e aproximar pessoas. A adesão dos funcionários foi grande e, por conta disso, foi necessário fazer inscrição prévia para um sorteio.

O “cãovidado” da semana vem com seu dono, é recepcionado pela equipe, passa o dia na empresa e desenvolve atividades com todos – brincam no jardim, correm atrás de bola, são fotografados. “Os animais são canais efetivos de descompressão, capazes de dar um refresco para um momento de tensão, mostrar um lado das pessoas pouco comum em ambientes corporativos”, explica Telma Sassarolli, diretora de serviços da SimGroup. A ação não está restrita aos cães: já participaram papagaio e coelho, e a ideia é receber os gatos, em breve.


 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail