Apoio concreto

0
533

Há várias consultorias no mercado que podem auxiliar não só na captação de currículos de deficientes e na contratação, mas também na formação desses profissionais. A Plura é um exemplo. Especializada em inclusão de deficientes, a empresa faz uma análise dos cargos à disposição para saber qual pessoa com deficiência é a mais indicada com base no seu banco de currículos. “Vemos tanto a questão da infraestrutura e acessibilidade quanto de transporte público. De nada adianta contratar uma pessoa com deficiência se ela não tem como chegar ao trabalho”, conta Alex Vicinitn, presidente da empresa, que estima ter incluído mais de 900 pessoas.

Já o trabalho do Centro de Aprendizagem Empresarial Piaget (CAEP) está em cuidar da capacitação no nível da educação fundamental e média. A empresa, que tem clientes como Avon e Hospital Albert Einstein, já capacitou mais de 220 deficientes. “Só se avança na política de inclusão de deficientes se as empresas também trabalharem na formação. Por isso, oferecemos educação básica e ensino médio para que os deficientes possam atuar”, diz Reinaldo Cicone, coordenador pedagógico do CAEP.

[fbcomments]