Saúde

Aprendizado, saúde e qualidade de vida ao ar livre

Da Redação
22 de outubro de 2014
Qualidade de vida / Crédito: divulgação
Qualidade de vida / Crédito: divulgação 

Muitas empresas resolveram sair do arroz com o feijão na área de benefícios ligados à qualidade de vida. As ações internas e as campanhas de incentivo receberam um reforço de peso: as atividades ao ar livre. Grupos de corridas e de caminhada, passeios de bike e até treinamentos fora do ambiente da empresa fazem parte da lista de ações de qualidade de vida desenvolvidas pelas companhias.
O McDonald’s, por exemplo, realiza desde 2011 a corrida e caminhada “McDonald’s 5K Mulheres em Movimento”. A ação, que acontece no mês de outubro em 14 países da América Latina, conta com a participação das mulheres que trabalham na empresa e de pessoas interessadas em participar da corrida a favor da saúde e bem-estar. Ao todo, mais de 170 mil mulheres já participaram da corrida — deste contingente, 80 mil eram brasileiras.

Segundo João Branco, diretor de marketing do McDonald’s, o desafio da empresa vai muito além de oferecer um cardápio variado aos seus clientes. A marca acredita que a satisfação de consumidores e funcionários está diretamente ligada às ações que traduzem o respeito pela qualidade de vida e pelo bem-estar social. “São inúmeros projetos realizados pela empresa em todo o mundo em torno de práticas esportivas. Além do patrocínio à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos, temos outras ações ligadas ao esporte, como por exemplo, o McRunners, grupo de corrida para os funcionários da corporação, localizada em Barueri que, duas vezes por semana, no horário do almoço, pratica corrida, conduzida por um treinador especializado”, informa.

A analista de Planejamento da Arcos Dourados, Katarina Baiasi conta que iniciou a prática de corrida há seis anos, desde que começou a trabalhar no McDonald’s. “Eu ainda era estagiária e não tinha mais tempo livre. Fazia academia na empresa e corria às terças e quintas na hora do almoço com o McRunners. Comecei a me sentir mais feliz, mais bonita e com mais disposição para trabalhar. Perdi uns 17kg e hoje, além de participara da McDonald’s 5K, participo de corridas, todo mês, junto com outras amigas da empresa. É um vício, quando paro por algum motivo, o corpo pede para continuar.”

Treinar e melhorar a qualidade de vida
Aprender de forma lúdica em atividades externas faz parte do escopo de trabalho do Circuito Netas. A empresa realiza treinamentos ao ar livre para organizações que procuram atividades diferenciadas e que geram resultados, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores. Ernesto Haberkorn, diretor da TI Educacional e criador do Circuito Netas explica que são poucas as empresas que oferecem condições para que seus funcionários tenham uma alimentação saudável, façam atividade física com instrutores especializados em várias modalidades e tenham um espaço para alguns momentos de relaxamento. “Por isso, oferecemos um ecolodge próximo a São Paulo, com opção de hospedagem e inúmeras atividades ao ar livre, culturais e de reflexão. As pessoas passam a gostar muito mais do treinamento e, com isso, se consegue uma adesão espontânea dos participantes, mesmo em treinamentos com duração de vários dias”, afirma.

Seja ao ar livre ou não, as empresas que promovem tais práticas estão um passo à frente no desenvolvimento de empresas sustentáveis e colaboradores mais saudáveis e felizes. Nesse sentido Haberkorn completa ainda que a grande evolução econômica e social das últimas décadas deu mais condições de conforto e saúde para as pessoas, independentemente, de sua classe social. “As pessoas se tornaram mais exigentes neste quesito e, por isso é necessário sintetizar essa questão, ou seja, definir o que é importante para o ser humano: ter uma vida bem sucedida, proativa e feliz”.

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail