Brasil intensifica intercâmbio com os EUA

    0
    534

    Enriquecer a gestão de pessoas com a troca de ideias e conceitos sobre o tema entre diferentes países e culturas. Com esse compromisso, a ABRH-Nacional criou, em 2010, uma diretoria especialmente dedicada a tratar das relações internacionais na área. Desde essa época comandada por Nelson Savioli, a diretoria encerrou 2011 com mais um passo importante no seu propósito. A partir da cooperação entre a ABRH-Nacional e a Society for Human Resource Management (SHRM), entidade norte-americana de recursos humanos, uma delegação composta por 28 profissionais dos EUA desembarcou no Brasil, no final de novembro, para, durante dez dias, visitar empresas instaladas no Rio de Janeiro e em São Paulo – entre elas HP, Natura, Globo, Chemtech, Fedex e Magazine Luiza -, e conhecer suas práticas exemplares em recursos humanos e gestão de pessoas. “O Brasil é uma economia emergente com grandes histórias de sucesso para contar e ideias para nos oferecer”, justifica Brian Dickson, vice-presidente de desenvolvimento profissional e parcerias estratégicas da SHRM.

    Além dessas visitas técnicas, no Dalva e Dito, restaurante dos mais badalados da cidade São Paulo, capital mundial da gastronomia, a delegação norte-americana foi recebida por representantes da ABRH-Nacional e profissionais do RH brasileiro para um jantar que também se traduziu em um caldeirão de insights para os participantes. “Dentro de nossas ações mais relevantes, buscamos frequentemente a aproximação com entidades estrangeiras de destaque, como é o caso da SHRM, para levar as práticas das diversas áreas de recursos humanos do Brasil a diferentes partes do mundo, assim como realizar parcerias que beneficiem os nossos associados. Nesse sentido, o encontro foi uma importante iniciativa, na qual executivos do Brasil e dos EUA tiveram a oportunidade de trocar experiências e discutir as principais tendências”, resume Leyla Nascimento, presidente da ABRH-Nacional.


     

    União interamericana
    Integrar, alinhar, mobilizar e promover as associações de gestão de pessoas no bloco composto pelo Brasil, Uruguai, Paraguai, Chile e pela Argentina é mais um desafio de Leyla em sua jornada como voluntária na área de RH. Ela assumiu a vice-presidência da região Sul da Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana (Fidagh) para o período 2011-2013, na gestão presidida pelo uruguaio Fernando Ariceta. A cerimônia de posse aconteceu em outubro passado, em Quito, no Equador, durante a 22ª edição do Cigeh – Congreso Interamericano de Gestión Humana.

    “Os países que compõem a região Sul têm grande força e representatividade na Fidagh, e estimular a troca de experiências e a união de esforços entre eles é fundamental para que as organizações latino-americanas fortaleçam suas práticas em gestão de pessoas, hoje, sabidamente, uma área crucial na competitividade dos negócios. A responsabilidade de estar à frente desse bloco é desafiadora e instigante”, diz Leyla. A federação reúne todas as associações nacionais de gestão de pessoas da América Latina, integrando um sistema que se vincula com uma rede global de profissionais e com as melhores e mais modernas práticas da área por meio da World Federation of People Management Associations (WFPMA).

    Outro brasileiro que participa da gestão da Fidagh é Cássio Mattos. Além de presidir o Conselho Deliberativo da ABRH-Nacional, ele assumiu a presidência do Conselho Consultivo da federação. “Mais que um exercício de ser brasileiro, atuar na Fidagh é ser sul-americano e responsável pelo desenvolvimento de pessoas e organizações na América Latina”, avalia Mattos.


     

    Reprodução
    Elaine: nova gerente geral das Américas da YSC

    Novo desafio
    No dia 1º de janeiro, Elaine Saad, vice-presidente da ABRH-Nacional, inaugurou não só um novo ano, mas, também, uma nova fase em sua carreira profissional ao assumir a gerência geral no Brasil e na América do Sul da YSC, multinacional de origem inglesa especializada em talent management. Durante onze anos, Elaine foi gerente geral da Right Management no Brasil. Agora, a executiva responde a Andy Houghton, o gerente geral das Américas da YSC.

     

     

    SHARE
    Previous articleJornadas arquetípicas
    Next articleA todo vapor
    [fbcomments]