Gestão

Brasileiros são os que menos se candidatam a vagas de emprego

20 de Maio de 2015

Encontrar talentos no Brasil pode ser uma tarefa difícil para os recrutadores, já que os candidatos são os menos ativos na busca por novas oportunidades de emprego. O dado é de uma pesquisa feita pelo LinkedIn. Apenas 23% dos profissionais brasileiros entrevistados foram considerados “ativos”, ou seja, estão se candidatando a vagas e enviando currículos. A média global é de 30%.

Mais de 20 mil pessoas participaram do levantamento, que mapeou tendências de recrutamento no Brasil e em mais 28 países. A remuneração foi apontada por 49% dos brasileiros como o principal fator que determina a busca por novas vagas. Melhores oportunidades de desenvolvimento, perspectiva de avançar na carreira e equilíbrio na vida pessoal e profissional também foram destacados.

A pesquisa alertou para a necessidade de um retorno sobre o processo por parte dos recrutadores – 94% dos candidatos querem um feedback, mas apenas 41% afirmaram já ter recebido alguma vez. Apesar de não serem os mais ativos na busca por emprego, 85% dos brasileiros gostam de ser abordados por recrutadores – a média global é 78%.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail