Centro de encontro

0
406
Reprodução

Ao inaugurar seu novo centro de tecnologia e inovação, Microsoft vence o desafio de encontrar as pessoas certas que, agora, vão se dedicar a conduzir engajamentos de alta qualidade técnica e estratégica com as empresas que irão usufruir esse novo espaço. Para tanto, competências como proatividade, espírito de equipe e liderança são fundamentais. Além, é claro, da paixão por tecnologia, conforme revela Fábio Souto, diretor do Microsoft Technology Center (MTC) Brazil.

Que tipos de trabalhos esse centro de tecnologia vai realizar?
Queremos oferecer uma experiência única, reunindo em um só ambiente a expertise em tecnologia da Microsoft às soluções de seus parceiros. Desse modo, é possível idealizar, planejar, desenvolver, implementar, operar e otimizar soluções inovadoras de tecnologia, testando os resultados em um ambiente que traduz fielmente a realidade das organizações. No MTC, os clientes têm a opção de passar por três etapas distintas e complementares: visualizar tudo o que a tecnologia pode fazer por eles; vivenciar, na prática, como cada solução se aplica às suas necessidades; e comprovar como a solução roda em suas plataformas e quais os resultados gerados. Para se ter uma ideia, a infraestrutura do MTC brasileiro é a maior da América Latina e conta com 1,3 mil metros quadrados. Lá é possível encontrar diversos modelos de experiências nas diferentes estruturas físicas oferecidas.

Quantos profissionais fazem parte da equipe que vai comandar e operacionalizar o MTC do Brasil? Como foi o processo de seleção desses profissionais?
Ele emprega, diretamente, oito funcionários que se dedicam a conduzir engajamentos de alta qualidade técnica e estratégica para as organizações que usufruírem do centro. O processo seletivo se iniciou pela abertura das posições tanto para candidatos internos quanto externos, focando em profissionais com a combinação de profundo conhecimento da plataforma Microsoft e de alta capacidade de apresentação, discussão e liderança – fundamentais para que a condução dos engajamentos no MTC seja feita sob medida para as necessidades (verticais e indústrias) e audiência (de alta gerência/diretoria a analistas técnicos).

Quais as competências necessárias para trabalhar em um centro de tecnologia como esse ou em uma empresa como a Microsoft?
A Microsoft tem um forte compromisso na formação e atualização técnica de todos os colaboradores que fazem parte da empresa. Queremos que nosso colaborador seja inteligente e talentoso, disposto a fazer a diferença, e que seja inovador, com pouca tolerância à burocracia. As competências exigidas são paixão por tecnologia; proatividade; inovação; criatividade; liderança; espírito de equipe; e ter um pensamento estratégico. Nossos colaboradores precisam fazer acontecer.

O mercado brasileiro possui profissionais capazes na área de tecnologia para comandarem um centro de tecnologia de alta performance ou foi necessário recorrer a profissionais de outros países?
Apesar de termos um processo seletivo com critérios muitos claros e exigentes, trabalhamos somente no mercado brasileiro, que possui, hoje, profissionais de ótima qualidade e competência.

Como será conduzido o processo de interação entre a Microsoft, seus parceiros e clientes com o MTC?
As empresas interessadas em discutir soluções no MTC só precisam acionar o seu ponto de contato com a Microsoft, seja seu time de relacionamento direto, seja por meio de seu parceiro de serviços de TI. Os parceiros cujas soluções de indústria rodam em plataformas Microsoft poderão solicitar a inclusão de suas soluções no portfólio do MTC, a fim de que sejam demonstradas aos clientes e experimentadas por eles. Os produtos dos parceiros, que contribuíram para a instalação do MTC no Brasil, por sua vez, já estão disponíveis para serem testados pelos usuários.

Um candidato que quiser trabalhar no MTC deve realizar que tipos de cursos ou de especialização?
O currículo para trabalhar no MTC é composto por uma formação universitária com foco em tecnologia, profundo conhecimento das soluções Microsoft, pelo menos 10 anos de experiência no mercado de TI, além de habilidades de apresentação e relacionamento interpessoal.

Parcerias com universidades ou centros de estudo estão nos planos? Em que nível elas podem acontecer?
Para responder a essa pergunta, acho importante explicar os principais objetivos do MTC, pois as parcerias com o mundo acadêmico fazem parte de um dos nossos pilares. Isto reforçar o compromisso da empresa com o desenvolvimento do país, a criação de oportunidades para seus clientes e parceiros e o fomento à inovação, gerando impacto nos mais variados níveis da sociedade. Por exemplo, estudantes e empreendedores que participam dos nossos projetos, tais como a Imagine Cup (Copa do Mundo da Computação) e o BizSpark (programa de apoio ao empreendedorismo) podem, por meio de seus contatos nesses programas, utilizar as nossas tecnologias de ponta para desenvolver soluções ainda mais inovadoras. Além disso, o MTC terá as soluções de destaque desses programas em seu portfólio, aumentando assim a visibilidade e o impacto de cada uma. Um exemplo é a solução ProDeaf [Programa de Apoio ao Portador de Deficiência], que transforma a voz em língua de sinais (Libras) e vice-versa, ajudando portadores de deficiência a se comunicar amplamente. Isso é causar um impacto positivo na sociedade.

O Brasil é um país inovador em termos de tecnologia, ou acolhedor de tecnologia?
No Brasil há mais de 20 anos, a Microsoft vem acompanhando de perto a evolução do cenário econômico do País, especialmente no que diz respeito às relações entre renda, emprego e competitividade. Localmente, a companhia gera oportunidades diretas para mais de 18 mil empresas parceiras e 495 mil profissionais. Prova disso é que para cada 1 real faturado pela Microsoft Brasil, outros 12 reais são gerados na economia local por seus parceiros. Acabamos de inaugurar o maior Microsoft Technology Center (MTC) da América Latina no Brasil e, no ano passado, anunciamos a fabricação local dos consoles de Xbox. Isso torna o Brasil o único país fora a China a ser contemplado com uma fábrica do produto. Além de direcionar investimentos diretos para a economia local, a iniciativa vem reforçar o compromisso da Microsoft com o fomento da inovação e criação de oportunidades no país. Inovação é uma característica inerente às iniciativas da Microsoft e o MTC consegue ser uma boa vitrine disso. A linha que dividia há dez anos a tecnologia utilizada no mercado corporativo da tecnologia para o consumidor final quase não existe mais, uma vez que as pessoas têm trabalhado de casa, feito compras on-line do trabalho, realizado cursos dos dois lugares etc. Ao mesmo tempo em que a tecnologia se torna tão essencial em nossas vidas, ela parece estar se tornando invisível, afinal, nós interagimos cada vez com mais naturalidade com todos os dispositivos, por comandos de voz, toques e gestos. Estamos começando a ver que a computação tem a capacidade de entender, reconhecer e se adaptar a nós. E essa tendência fará com que os computadores deixem de ser ferramentas para trabalhar para nós. Nosso objetivo é fazer com que a tecnologia mude a vida das pessoas, alavanque negócios, entretenha, inspire e torne o mundo melhor.


 

Reprodução

 Espaço de interação
São 27 centros de tecnologia da Microsoft (MTCc) espalhados em 17 países. Na América Latina, a unidade recém-criada no Brasil é a segunda (a primeira foi instalada no México) e nela foram investidos 10 milhões de dólares. Localizado na capital paulista, em uma área de 1,3 mil metros quadrados, com 11 ambientes para o desenvolvimento de projetos e desenhos de soluções, laboratórios e salas interativas, o MTC vai permitir que o cliente possa vislumbrar, experimentar e testar o portfólio completo de soluções da Microsoft, além de diversas soluções de parceiros focadas em indústrias.

Segundo Fábio Souto, o centro não servirá como ponto de comercialização ou de desenvolvimento de soluções, pois o modelo de desenvolvimento de soluções é composto por consultoria própria da Microsoft, parceiros de mercado e MICs (Microsoft Innovation Centers ou Centros de Inovação Microsoft).

 

[fbcomments]