Benefícios

Cobrir custos de saúde

Caroline Marino
21 de novembro de 2011
Reprodução
Machado, da Mercer: trabalho forte de comunicação

Na área de previdência privada, não é apenas a mudança de comportamento dos jovens que se verifica. A forma de empresas e profissionais de outras gerações encararem as vantagens de ter um plano dessa natureza também. A ideia de que se trata de uma forma de garantir um complemento de renda na aposentadoria para bancar alguns sonhos que foram deixados de lado ao longo da vida dedicada ao trabalho vai perdendo espaço para a compreensão da necessidade de se ter algum valor a mais nessa fase da vida para ajudar a cobrir os custos com saúde, conforme relata Mauro Machado, consultor-sênior da Mercer.

A preocupação com os elevados custos dos planos de assistência médica para pessoas na faixa etária da aposentadoria tem ajudado a reforçar a importância dos planos na cesta de benefícios na hora de atrair e reter talentos. Por ser um benefício de alto custo, a empresa não deve medir esforços em comunicar o valor desse item, segundo Machado. “É preciso fazer um trabalho forte em comunicação, criando, por exemplo, cartilhas que mostrem a importância desse benefício.” Vale também criar um comitê de previdência, formado pelo RH e pela área de finanças”, destaca o consultor, sem deixar de citar a necessidade de um trabalho de educação financeira junto aos colaboradores. “Isso ajuda as pessoas a entenderem que criar um patrimônio não é mágica, mas um trabalho de poupança.”

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail