CONARH 2014 convoca recursos humanos: ouse urgentemente

24 de Janeiro de 2014
Elaine Saad, vice-presidente da ABRH-Nacional
Elaine Saad, vice-presidente da ABRH-Nacional

A área de recursos humanos alcançou o devido reconhecimento. Uma pesquisa salarial realizada recentemente pela empresa Robert Half indica que, graças ao ganho estratégico da área e à sua maior proximidade com o negócio, a remuneração dos profissionais de RH se igualou à de seus colegas de outros departamentos como marketing, operações e finanças.

Essa equiparação é fruto de décadas de empenho para sair do terreno do intangível e evidenciar a efetividade do seu papel no posicionamento da marca, no sucesso de mercado e na longevidade da organização. Enfim, no final do século 20, a gestão do capital humano passou a ser sinônimo de estratégia organizacional.
Mas, como sempre há um “mas”, enquanto a vanguarda do RH constrói pontes, propicia ambientes colaborativos e contribui com efetividade para o desenvolvimento de pessoas mais felizes e produtivas, de outro lado, há CEOs ansiosos por essa mudança.

“Em muitos casos, RH ainda precisa ocupar esse espaço que foi conquistado com tanto esforço. As empresas estão investindo e pedindo para que RH tente, ouse, inove e mostre que, por meio dele, as pessoas vão performar. Não dá mais para adiar essa mudança porque no mundo de hoje não existe tempo e espaço para fazer ‘mais do mesmo’. O topo da pirâmide corporativa precisa entender como o investimento em treinamento vai retornar, como os colaboradores vão melhorar sua performance, que valor será agregado ao resultado final. Além disso, as novas gerações querem fazer diferente, querem flexibilidade, querem tentar novas formas de liderança. RH precisa ajudá-las nos seus anseios”, avalia Elaine Saad, vice-presidente da ABRH-Nacional.

Com esse pano de fundo, a associação vai comemorar a 40ª edição do CONARH, maior evento de gestão de pessoas da América Latina e segundo maior do mundo, com um chamado enfático: RH Urgente! Ousar, Inovar e Performar.
Elaine divide a coordenação geral do congresso, que vai acontecer de 18 a 21 de agosto de 2014, no Transamerica Expo Center, na capital paulista, com o educador e consultor Eugenio Mussak (e também colunista de MELHOR) e com a vice-presidente de RH da Avon, Alessandra Ginante.

Ela antecipa que a programação será pautada por quatro eixos direcionadores dos temas a serem abordados nas palestras. São eles:

#L# Contexto em mutação, uma abordagem das constantes transformações e dos novos fatos sociais que têm provocado uma revisão de conceitos dentro das empresas;

Business e estratégia, para demonstrar efetivamente o vínculo entre recursos humanos e o negócio, em termos de resultados e alinhamento estratégico;

Práticas com visão de futuro, com a apresentação de experiências organizacionais que se anteciparam às tendências do mundo corporativo;

Ser mais humano, um alerta às empresas de que coletividade não significa tratar todos igualmente, mas, sim, entender como cada um se motiva, se engaja, quais são os seus valores e propósitos para ter o melhor do profissional e do conjunto.

“O CONARH 2014 começou antes mesmo do término do evento de 2013. Ali, no palco da 39ª edição, já sabíamos que as comemorações das quatro décadas do congresso iriam muito além do desafio de surpreender e impactar cada vez mais o público com novidades e inovação. Nessa edição, vamos nos superar também na reação e reflexão que provocaremos nos profissionais. É a partir desse movimento que a ABRH tem contribuído, há 48 anos, para com o crescimento e a evolução dessa área vital em organizações de todos os portes, segmentos e origens”, salienta Leyla Nascimento, presidente da ABRH-Nacional.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail