Detalhes que fazem a diferença

    0
    427

    Degustar uma bebida – seja ela um espumante ou um whisky – vai muito além de simplesmente bebê-la. Trata-se de um processo cheio de detalhes e de sutilezas no qual a cor, o aroma, a textura e o paladar fazem toda a diferença. Em 22 de junho, no Tom Jazz, um espaço para eventos na capital paulista, executivos da área de recursos humanos puderam aprender um pouco sobre a história dessas bebidas e a maneira certa de servi-las e degustá-las, sob o comando do sommelier Manuel Luz. “Nenhuma bebida deve ser servida acima de 15°”, ensinou Luz.Realizado pela Editora Segmento, com o patrocínio da Ticket, o segundo evento do seleto Clube de Negócios Segmento RH Corporate foi batizado de Jazz e Tasting e reuniu os principais líderes e executivos de RH, que além de aprenderem mais sobre os mistérios dos espumantes e whiskies, puderam trocar ideias, aumentar o networking e estreitar o relacionamento com outros profissionais do setor.

    Para coroar a noite, o encontro terminou com um show com a cantora Kenya e do Quarteto de Jazz. O diretor-geral da Editora Segmento, Luciano do Carmo, explica que a ideia é sair dos eventos tradicionais, como workshops, palestras e seminários, e proporcionar algo mais leve e descontraído, mas que contribua para novas alianças. “Queremos criar uma cultura de relacionamento e networking entre os profissionais de RH”, reforçou.

    [fbcomments]