Gestão

É sempre momento de renovação

Silvio Celestino
4 de Fevereiro de 2013

Devemos, sempre, estar atentos à nossa carreira. Para isso, é fundamental saber observar as transformações do mundo. O que não é uma tarefa fácil, diga-se. Você consegue observar a transformação provocada por uma erupção vulcânica: é barulhenta, gera calor, luz, cinzas e, ao final, deixa a paisagem totalmente remodelada. Já a brisa que sopra do mar move a areia lentamente sobre novas áreas e transforma a paisagem no longo prazo. Uma pessoa menos atenta não consegue perceber a sutileza dessa mudança.

Uma crise, como a que enfrentamos em 2008, é semelhante a uma erupção vulcânica: todo mundo fala a respeito, aponta onde está e a mídia dá muito destaque. Você ou alguém que conhece provavelmente foi atingido por ela. Tradução: perdeu o emprego. Já uma inflação anual de 6%, para os padrões brasileiros, é como uma brisa. Em um ano, o indivíduo não percebe muito a perda de seu poder de compra; entretanto, em quatro anos, terá perdido 25% dele.

Mas e se essa transformação for invisível aos olhos? Quem irá perceber? Vivemos em uma era na qual a natureza dos negócios é a tecnologia. Quando vejo um avião em movimento, fico pensando que ele somente está no céu porque alguém apertou um botão. Se ele continuar a ser pressionado, as carreiras do comandante e de sua tripulação continuarão a existir. Se outros botões forem pressionados, elas deixarão de existir.

As finanças, que são hoje o cérebro, coração e sangue do mundo, percorrem esse caminho invisível da tecnologia. Por motivos financeiros, empresas surgem e desaparecem em questão de dias, promovendo ou acabando com empregos. Para manter-se renovado, o profissional deve estar muito atento às notícias e sempre questionar-se: o que isso tem a ver comigo e minha carreira? Que oportunidade isso abre para mim? O que devo aprender para estar preparado para o mundo daqui a cinco ou dez anos? 

Assim como o processo de renovação celular nada mais é que a morte das células antigas e o nascimento das novas, temos de aprender a matar nossas visões ultrapassadas e aprender com aquelas que estão nascendo. Não é uma tarefa simples. Imagine o fotógrafo que não conseguiu prever que a fotografia digital, aliada à internet, criaria competidores no mundo todo e que reduziria a necessidade de seus trabalhos dedicados a uma única empresa. Ou o proprietário de uma loja de artigos esportivos que vê suas vendas e as das lojas concorrentes caírerm ano após ano, sem se dar conta de que as vendas continuam acontecendo, mas agora pela rede.

Gás de xisto, redes sociais de trânsito, meios de pagamento pelo celular e mudanças de regras no setor de energia são alguns temas da atualidade. O que isso tem a ver com sua carreira? Somente você pode dizer. Mas, para isso, terá de apertar alguns botões, conversar com pessoas com que nunca conversou e pensar coisas que nunca pensou.

Renovar vale para a vida profissional e também para a pessoal. Renove sua inspiração nas pessoas ao seu redor. Se necessário, renove as pessoas que o cercam. Mas, acima de tudo, renove a si mesmo a cada instante. Viver ainda é o maior presente! Faça-a valer a pena!

Silvio Celestino é sócio-fundador da Alliance Coaching

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail