Eleição pelos colegas

    0
    1376

    Destaque, no ano passado, como RH de empresa de menor porte na lista do GPTW e da revista MELHOR, a fabricante Zanzini Móveis, da cidade do interior paulista Dois Córregos, aparece, em 2011, na categoria reconhecimento. “Esse tipo de premiação mostra que estamos certos em fazer o nosso trabalho. Toda empresa tem necessidade de reconhecer os seus profissionais”, acredita o gerente de RH, Leandro Luís Mangili. Com uma série de iniciativas para reconhecimento dos funcionários, monetárias ou não, Leandro garante que o principal objetivo é fugir da ideia de que o colaborador é apenas um profissional. “Ele é uma pessoa e nós precisamos ajudar no equilíbrio do lado pessoal com o profissional. O reconhecimento que buscamos está nas conquistas diárias dele, estando relacionadas ou não com o trabalho”, afirma.

    Destaque para as eleições anuais de colaborador-padrão e líder-padrão, feitas por voto secreto dos outros funcionários que avaliam critérios que vão de comprometimento à empresa ao relacionamento interpessoal, e garantem prêmios aos eleitos na festa anual da companhia. Os colaboradores-padrão passam por uma avaliação e o escolhido é apontado como colaborador-mais padrão e também recebe prêmios. Além disso, a Zanzini premia colaboradores que não faltam e aqueles com muito tempo de casa.

    Tudo isso é importante para manter um ambiente familiar, algo fundamental para a Zanzini, já que a empresa foi fundada em 1965 pelo casal Oliver Zanzini e Palmyra Benevenuto Zanzini e hoje é administrada pelas filhas Denise e Joseane e tem os seus móveis exportados para o Mercosul. Isso não significa que, para fazer o salto de uma pequena fabricante para um modelo industrial com produção dos seus móveis em série, do projeto até a montagem (que acontece na loja ou na casa do cliente), a Zanzini tenha abandonado as suas origens. “As diretoras cumprimentam os funcionários, dão os cartões de parabéns aos premiados. Esse é o nosso modelo”, acrescenta Mangili.

    Reconhecimento garantido
    1. Eleição do colaborador-padrão e do líder-padrão
    Desde 2001, eles são eleitos pelos próprios colegas de trabalho em voto secreto. São avaliados critérios como comprometimento, relacionamento interpessoal e participação nos projetos sociais da empresa. Os eleitos concorrem a prêmios.

    2. Eleição do colaborador-mais padrão
    Desde 2007 é eleito o colaborador-mais padrão. Os colaboradores-padrão eleitos no ano corrente são avaliados, sendo analisados tópicos como educação e participação em eventos de responsabilidade social. O escolhido recebe prêmios.
    3. Prêmio assiduidade
    Todo ano, os colaboradores que não tiveram nenhuma falta no período recebem um certificado e concorrem a prêmios como televisores e DVDs.
    [fbcomments]