Gestão

Empreendedor, depois funcionário

4 de novembro de 2013

No Grupo Assa, empresa de tecnologia, a formação de funcionários empreendedores é uma estratégia do plano de crescimento sustentável da companhia, que deseja reter bons profissionais e construir carreiras de longo prazo, em um dos setores com maior índice de rotatividade. “Para nós, empreender significa ser dono de uma iniciativa, desde a sua criação até a sua materialização. As ideias não têm limites, enquanto estiverem alinhadas com a visão da empresa”, explica o gerente de cultura e formação do grupo, Hernán Pisoti. A iniciativa de empresa parece ter dado resultado: hoje, cerca dos 80% dos executivos de nível gerencial foram preparados desde recém-formados, com uma política de integrar tecnologia, conhecimento e novas ideias. Do trainee até os altos executivos, são oferecidos uma série de incentivos e benefícios para os profissionais desenvolverem ainda mais a carreira e seu espírito empreendedor, baseado no cumprimento de objetivos variáveis. 

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail