Ensinar e reconhecer

0
382

Não é à toa que a Arcos Dourados tem uma preocupação especial com o público jovem. “Noventa por cento dos nossos funcionários são jovens; não tem como não prestar atenção às necessidades deles”, afirma Ana Teresa Apolaro, diretora de RH. São estagiários, trainees e, principalmente, pessoas que conquistam seu primeiro emprego nos restaurantes do McDonald’s.

Um dos principais diferenciais da empresa para esse pessoal é o Certificado de Técnico de Qualidade e Serviços. Os jovens que trabalham no McDonald’s saem com a garantia do exercício de uma profissão, com certificado do Senac. Outra ferramenta importante para a atração e retenção de jovens é o programa de estágio, cujo índice de efetivação nos últimos dois anos foi de 50%. Proporciona ao estagiário a participação em atividades práticas complementares ao ensino acadêmico. A aprendizagem deles se dá a partir da contribuição em projetos relevantes, o que leva também a uma integração maior ao ambiente de negócios da empresa. Os que apresentam bom desempenho têm a oportunidade de participar da seleção de vagas em aberto ao longo do período de estágio. Todos os estagiários também podem participar de palestras e cursos pela Hamburguer University.

“As oportunidades de estudo são o que mais me chama atenção. Elas me beneficiaram e beneficiaram outros funcionários também”, afirma Fernando José Araujo, hoje técnico de manutenção da Arcos Dourados. Ele ingressou na companhia em um restaurante do McDonald’s há nove anos. “Pelo McDonald’s, fiz Senai, fiz cursos na própria Universidade do Hambúrguer, faço cursos oferecidos por fornecedores e agora estou no segundo ano de engenharia elétrica na faculdade. É muito difícil conseguir isso tudo em outras empresas”, conta.

As chances oferecidas para os jovens são importantes e os interessa, pois impulsiona sua participação no mercado de trabalho. Mas para agradar a esse público é preciso mais do que isso. “Eles demandam uma visão de reconhecimento e motivação diferentes”, diz Ana Teresa. “Ouvimos muito esses jovens para entender o querem e detectamos que têm a necessidade, por exemplo, de interagir com a comunidade.”
De acordo com ela, a competição também interessa muito aos jovens. Por isso, a empresa mantém o programa All Star, a partir do qual os funcionários de cada restaurante competem entre si, buscando se superar nos conhecimentos técnicos, nos procedimentos operacionais e no atendimento ao cliente. Em cada etapa, os vencedores recebem uma moeda virtual que pode ser trocada por prêmios no Shopping Center  da McLand, cidade virtual que dá suporte às comunicações do programa. 

Boas práticas
> Formação para os jovens que ingressam nos restaurantes do McDonald’s como Técnico de Qualidade e Serviços, certificado pelo Senac.

> Programa de estágio com participação prática em projetos relevantes para a empresa e oportunidade de aperfeiçoamento em cursos da Universidade do Hambúrguer.

> Programa “All Star”, que estimula o bom desempenho dos jovens a partir de uma competição em nível nacional, que proporciona reconhecimento em gratificações, homenagens e bolsas de estudo.

 

[fbcomments]