Firme como um trator

    0
    217

    a Caterpillar, fabricante de equipamentos como tratores e escavadeiras, o modelo antigo do departamento pessoal isolado, com um balcão às moscas em um andar qualquer, foi eliminado. Desde 2008, a empresa reformulou a área e passou a investir em envolver os líderes das mais diversas áreas diretamente na gestão de pessoas com apoio do RH. Hoje, conta Suely Agostinho, diretora de RH da empresa, há reuniões semanais com os líderes para discutir assuntos relacionados aos recursos humanos e os resultados estão ótimos. “A subsidiária brasileira virou referência no mundo inteiro por conta do ótimo clima”, afirma. Não é à toa que a Caterpillar conseguiu conquistar, pelo quarto ano consecutivo, o reconhecimento nas melhores práticas em missão, visão e valores. E tudo isso em um ano de muito sucesso comercial. Em 2010, a empresa conseguiu registrar vendas internacionais superiores a 1 bilhão de dólares, ficando como a 26ª maior exportadora brasileira – alta de 121% ante o ano anterior. “Trabalhamos sob os pilares PQVC (pessoas, qualidade, velocidade e custos). Os colaboradores estão no mesmo patamar dos outros processos, e isso é fundamental”, afirma.

    O bom desempenho do RH não é novidade: há cinco anos a empresa está entre o top cinco do ranking do GPTW. Para Suely, a assiduidade da Caterpillar entre as melhores empresas é motivo de orgulho, mas ela garante que os esforços do RH não são direcionados para conquistar prêmios. “Queremos um ótimo ambiente, esse é o nosso objetivo principal”, diz. Ela acrescenta que esse tipo de estudo é fundamental para ajudar a indicar lacunas na empresa e trabalhar rumo à melhoria contínua. Vale lembrar que a Caterpillar atua no segmento indústria – setor em que tradicionalmente é difícil criar políticas de RH por conta do número de funcionários, dos três turnos e das pressões por reduções de custos. “É, sem dúvida, trabalhoso, mas longe de ser impossível”, afirma. Os 98% de engajamento da força de trabalho da Caterpillar, identificados em pesquisa interna, parecem comprovar isso.

     

    Diálogo aberto
    Como a Caterpillar reforça a missão, visão e valores junto aos funcionários
    1. Comunicação multifacetada: a empresa conta com várias maneiras de dialogar com os funcionários como o boletim eletrônico diário Primeira Linha, o boletim do gestor Algo Mais, a Mensagem do Presidente, a revista Em Ação e o videojornal bimestral Momento Caterpillar. Destaque para o Balanço Social, que é disseminado na fábrica nas telas de LCD. 2.Encontros de Comunicação e Orientação: reuniões anuais que mobilizam todas as áreas e níveis hierárquicos da empresa. Neles, são debatidos temas como a estratégia da empresa e seus resultados com foco nos valores da corporação. 3.Treinamento do Código de Conduta: busca reciclar os principais tópicos do código de ética para os funcionários operacionais. São apresentadas situações de conflito para, a partir daí, buscar no código a solução.
    [fbcomments]