Gente e resultados

0
617

Aelevada competição e as inúmeras transformações por que passam as empresas demandam de cada uma delas um olhar mais atento para clientes, pessoas e resultados. E são essas algumas das bases do 37º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH ABRH 2011), como explica Elaine Saad, vicepresidente da ABRH-Nacional e coordenadora geral do congresso. “O ´´´´foco no cliente´´´´, competência tão exigida por tantas organizações, foi a base da inspiração para a criação dos eixos centrados nas necessidades dos públicos que visitam o congresso, bem como do novo público que é o de gestores de pessoas que queremos atrair e convidar para a discussão do tema de gestão de pessoas”, diz.

No tema deste ano estão dois aspectos importantes para uma empresa: gente e resultado. As organizações têm percebido mais essa relação entre resultado e gente?
Absolutamente, sim. Nos últimos anos, os diferenciais que eram até
então muito importantes, como capital e tecnologia, passaram a ser acessados por muito mais empresas. Isso fez com que os talentos tomassem assento, em termos de relevância, ao lado do capital e da tecnologia e, quem sabe, nos próximos anos, até ganhem destaque, pela escassez que encontraremos de mão de obra qualificada e preparada para entregar o resultado que as empresas esperam.

O Brasil vive um bom momento econômico. Como o CONARH pode ajudar tanto as empresas quanto os profissionais de RH a não perder o bonde da história?
O CONARH reúne pessoas, ideias e tendências. Quando se trata de um tema abstrato como é o ser humano, compartilhar experiências, ouvir e opinar são formas de aprendizado indispensáveis e que ajudam a preparar melhor as pessoas para suas tarefas do dia a dia. O evento tem seus eixos divididos, este ano, em função do público que participa do congresso.

Quais foram os desafi os de criar esse novo rumo e quais as vantagens para quem irá participar do evento?
No novo, sempre há o desafi o, mas sem o novo nada se renova, nada é recriado ou muda. O “foco no cliente”, competência tão exigida pelas empresas, foi a base da inspiração para essa mudança [veja mais abaixo], bem como do novo público que é o de gestores de pessoas que queremos atrair e convidar para a discussão do tema de gestão de pessoas.

E por falar nesse gestor de pessoas, o que ele pode esperar este ano do evento?
Informação, reflexão e dicas sobre gestão de pessoas. Os pontos principais dessa arte tão importante. Ele pode esperar a discussão e o compartilhamento de práticas sobre o tema. Com certeza, sairá melhor do que entrou, mais bem preparado para executar a difícil tarefa de liderar.

Há uma maior participação, nos últimos anos, desse profissional no congresso?
Sim. Qualquer líder, hoje, precisa estudar e aprender sobre seus liderados. Conhecer os aspectos técnicos e comportamentais da liderança, as tendências e como obter resultados, através das
pessoas, é essencial. Sem isso ele não consegue exercer seu papel
de gestor, por melhor técnico que seja na área em que atua.

Veja também:

> Novos eixos

> Ambientes de conhecimento

SHARE
Previous articleHoras perdidas
Next articleMais cheio
[fbcomments]