Gerir pessoas é uma arte

0
975
Leyla Nascimento / Crédito: Divulgação
Leyla Nascimento é presidente da ABRH-Brasil / Crédito: Divulgação

Há uma história saborosa sobre Michelangelo e uma de suas mais conhecidas obras, a escultura de Davi. Esculpida a partir de um único bloco de mármore e medindo quase 4,5 metros de altura, a obra atiçava a curiosidade de muitos: qual o segredo do artista? Instado sobre isso, reza a lenda que Michelangelo não se intimidou e respondeu que o trabalho em si não fora difícil, muito ao contrário, ele apenas teve de ficar um bom tempo olhando o grande bloco de mármore até enxergar o Davi. Depois, ele apenas teve de pegar o martelo e o cinzel e tirar tudo o que não era o Davi.

Passando para a gestão, mais especificamente quando nos referimos a pessoas, podemos perceber que o nosso trabalho, como profissionais de recursos humanos, assemelha-se, guardadas as devidas proporções, ao de Michelangelo: olhamos para um bloco vivo chamado organização e, a partir de uma missão, visão e valores, trazemos à tona o que há de melhor dela, extraindo o que não é necessário. E o mesmo trabalho artístico se aplica quando atentamos para um profissional e, com algumas ferramentas e dedicação genuína, conseguimos ajudar a florescer uma grande quantidade de competências que viviam escondidas.

Assim é o trabalho de recursos humanos, assim é a beleza da gestão de pessoas: um ato de construção coletiva, na qual todos são autores, artistas e obras-primas em constante evolução e exposição.

E é embalada no exemplo de Michelangelo que apresento o tema central de nosso 41º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH). Agendado para acontecer de 17 a 20 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo, o maior evento do setor na América Latina vai discutir A Arte da Gestão de Pessoas.

Acreditamos que as inspirações trazidas pelas manifestações artísticas possam nos ajudar na construção de novas soluções para demandas que ainda não tenham sido plenamente atendidas no mundo corporativo. Esperamos que por meio de contemplação, sensibilidade, inspiração e imaginação, conceitos sempre atrelados ao artístico, possamos aprimorar ainda mais o trabalho que realizamos.
Conto com vocês no CONARH!

[fbcomments]