Incentivo a mais

0
610

A falta de profissionais qualificados e a recuperação da economia já impactaram os salários de alguns setores. “Profissionais em níveis médios, com mais de cinco anos de experiência, são disputados nas empresas e isso pode ser percebido nas remunerações fixas”, afirma Fernando Mantovani, diretor de operações da Robert Half. Um gerente de TI, por exemplo, no nível de entrada ganhava entre 9 mil reais e 16,5 mil reais no ano passado. Este ano, de acordo com o guia elaborado pela Robert Half, esse valor varia entre 10 mil reais e 17 mil reais. A seguir, confira como vem se comportando o salário em cinco setores:

  • Engenharia – O aquecimento do mercado de engenharia e a demanda cada vez maior por profissionais qualificados na área fizeram com que as empresas buscassem profissionais menos experientes. A “juniorização” da engenharia fez com que em alguns cargos houvesse uma pequena queda no piso salarial, independentemente do porte da empresa. Um exemplo é o engenheiro de aplicação/processos que, no ano passado, tinha um piso salarial de 2,5 mil reais a 3,5 mil reais; hoje, esse piso é de 2 mil reais a 2,5 mil reais. “Existe uma grande necessidade de profissionais qualificados e isso faz com que as empresas busquem engenheiros com pouca experiência ou recém-formados. Muitos terminam a faculdade já empregados”, afirma o gerente da divisão de engenharia da Robert Half, Roberto Britto.
  • Finanças e contabilidade – Os profissionais de finanças e contabilidade com inglês fluente e conhecimentos de normas contábeis são os mais valorizados este ano. Controllers, gerentes na área fiscal e tributária e contadores com experiência acima de cinco anos são os que apresentaram maior valorização salarial em relação ao ano passado. De acordo com o especialista em recrutamento Mário Custódio, houve aumento significativo na remuneração dos executivos com experiência entre três e nove anos, perfil considerado de média experiência. O salário de um controller nessa faixa de experiência, em 2009, variava entre 7 mil e 12 mil reais em empresas de porte pequeno e médio e pode chegar, hoje, a até 16 mil reais. Em companhias de grande porte, o aumento foi menor, mas significativo: de um teto de 21 mil reais, os salários máximos subiram para 23 mil reais.
  • Marketing e vendas – O aquecimento da economia e o crescimento do mercado consumidor em todos os segmentos provocaram maior valorização dos profissionais de vendas e a necessidade de bônus mais agressivos para esses executivos. O fortalecimento do salário variável causou um pequeno decréscimo na remuneração fixa da área de vendas. “A estrutura financeira em vendas vem mudando. Enquanto os novos contratados têm redução de 5% a 15% no salário fixo, a remuneração variável está mais agressiva”, afirma a gerente da divisão de Marketing & Vendas da Robert Half, Adriana Cambiaghi. Na área de vendas, o estudo destaca os cargos de novos negócios e desenvolvimento de clientes, profissionais relativamente novos no mercado. Tendência semelhante foi observada no segmento de marketing: áreas como a de inteligência de mercado, até agora menos demandadas, devem ganhar mais espaço nas empresas nos próximos meses. Um gerente da área com dois anos ou menos de experiência tem salário fixo de 7 mil reais a 15 mil reais, de acordo com o porte da empresa.
  • Mercado financeiro – De acordo com o gerente da divisão de mercado financeiro, Fábio Saad, o aquecimento desse setor é generalizado, mas a demanda mais aquecida é por posições que sugerem expansão e investimentos de empresas, como é o caso dos cargos de project finance, fusões e aquisições. Os bancos de investimento vivem um momento de busca por talentos e estratégias de remuneração agressivas. Com regras restritas de pagamento de bônus, as instituições americanas aumentaram os salários fixos de todos os profissionais, compensando a queda no variável. Esse movimento atraiu muitos executivos, forçando os bancos europeus a aumentarem também os salários, o que provocou uma inflação salarial média de 30% para bancos de investimento. No mercado de seguradoras, resseguradoras e corretoras, houve estabilidade nos últimos meses. Os bônus, porém, estão crescendo nos últimos semestres.
  • TI – O guia salarial da Robert Half aponta que executivos como gerentes de TI e analistas de negócios com visão generalista e estratégica são os destaques na área de tecnologia. Com a retomada na procura por esses profissionais após a crise de 2008, o mercado apresentou um pequeno ajuste nas remunerações de TI. O salário de um gerente no nível de entrada, que em 2009 era de 9 mil reais a 16,5 mil reais, atualmente varia entre 10 mil reais e 17 mil reais. No caso de um analista de negócios, o teto salarial no nível de entrada aumentou de 4 mil reais para 5 mil reais.
[fbcomments]