Inspirar homens e mulheres

0
745
Max Senger, vice-presidente de marketing da ABRH-RS

Chegamos a um ponto crucial do desenvolvimento do trabalho dos profissionais de RH. Percebemos em nossa trajetória, promovendo, planejando e discutindo a continuidade de nossa gestão ABRH-RS para 2014 e 2015, que somos desafiados a apoiar e promover o desenvolvimento de lideranças que estejam sintonizadas com autêntica relevância, focadas na construção diária da sustentabilidade das empresas, em suas carreiras e, por consequência, das suas vidas. 

A atualidade exige um compromisso real de legado e construção contínua de soluções para a sociedade. Diante de tantos desafios, essa entrega verdadeira está muitas vezes dissonante da busca por resultados financeiros imediatos. É fundamental educar e ajudar a pensar, afinal o que estamos construindo e semeando em nossas vidas e o que estamos impactando na vida das pessoas que nos rodeiam? Estamos, de fato, levando nossas crenças e sabedoria aos que buscam nos suceder para encaminhar à luz do conhecimento e da quebra de paradigmas que impulsionem as melhores virtudes do futuro?

Essa busca faz parte do nosso pensamento diariamente e a reflexão nos entrega que há certeza de que é preciso transformar, ousar e continuar o processo de assumir a responsabilidade sobre as funções que ocupamos nos grupos em que atuamos. Nós nos inspiramos, nessa linha de raciocínio, da conquista das mulheres, que a construíram com independência e autodeterminação, precisando romper barreiras cotidianas, para terem seu “espaço ao sol” em todas as frentes. E nesta edição da revista Ser Essencial vamos traçar o avanço delas no mercado de trabalho, abordando e ressaltando as companhias que já acordaram para o presente, reinventando seus processos de RH observando e customizando seus programas para as necessidades do público feminino.

#L# Nesse ato, queremos valorizar e inspirar os homens e mulheres que fazem parte da responsabilidade de preparar pessoas, no sentido de que é preciso assumir sua missão de propagar o aprendizado e, principalmente, questionar as práticas em uso, para que novas contribuições sejam cocriadas pelo trabalho compartilhado e pela capacidade de dinamizar a transversalidade do conteúdo embarcado por décadas na atividade de recursos humanos.

Nessa caminhada, apostamos na educação permanente para o mundo do trabalho, desde jovens, o compromisso com o desenvolvimento nos grupos inseridos, e com as métricas de resultados em equipe estimulados. O desenvolvimento do composto de cultura e valores necessários para exercer a simplicidade na era da complexidade desafia-nos a identificar novos caminhos para preparação continuada dos talentos capazes de navegar com atitude equilibrada nesse ambiente da busca incessante pelo melhor para a humanidade, conscientes de que todos somos um. BOA LEITURA.

[fbcomments]