Leyla Nascimento é eleita nova presidente da federação mundial de RH

Da Redação
7 de Fevereiro de 2018
Foto: J.Egberto/Arquivo ABRH-Brasil

Foto: J.Egberto/Arquivo ABRH-Brasil

Com um histórico exemplar em voluntariado na área de Recursos Humanos, Leyla Nascimento foi eleita presidente da World Federation of People Management Associations (WFPMA), cargo que assumirá em junho.  Pela segunda vez, o Brasil ocupa a presidência da entidade: o primeiro a ocupá-la foi Sergio Luiz Hillesheim, em 1992.

Leyla, que presidiu a ABRH-RJ por dois mandatos consecutivos (2004 a 2009), onde ingressou como diretora de Educação em 2000; a ABRH-Brasil de 2010 a 2015; e, mais recentemente, a FIDAGH – Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana (de 2015 a 2017), é a primeira mulher no cargo desde fundação da WFPMA, em 1976.

“Creio que é uma conquista da liderança feminina que vem crescendo no mundo corporativo global. Pensando um pouco além, é uma conquista da liderança feminina da América Latina, que também traz uma mensagem de reconhecimento ao nosso continente. E não posso deixar de dizer que é uma conquista do Brasil, por meio da ABRH, que vem mostrando o seu potencial e força como associação de reconhecimento mundial. Meu sentimento é de orgulho por uma trajetória que não foi de uma pessoa e sim de um conjunto de validação de um trabalho coletivo de grande competência e valores”, avalia Leyla.

A prioridade em sua gestão  será de construção coletiva com os integrantes do board, composto por 13 pessoas, sendo dois membros de cada continente, o presidente, o secretário -geral e o past president, promovendo a troca de conhecimento e de práticas em  gestão de pessoas entre as associações nacionais dos 93 países membros da Federação.

“Tenho tido contato e participado de vários encontros com essas associações e fico impressionada com a riqueza que temos para compartilhar e continuamos com pouco acesso. Uma grande rede global de compartilhamento em nossa área será de um valor imensurável”, salienta.

Quando questionada sobre seu maior desafio, Leyla não pensa duas vezes: “Claro que será  vencer, em dois anos, as distâncias territoriais, hoje bem mais fácil por causa da tecnologia,  e cumprir um plano de trabalho que possibilite deixar um legado de uma federação mundial atenta aos anseios das federações continentais e suas respectivas associações nacionais”.

Ela também ressalta a necessidade de expandir a atuação da WFPMA para países que ainda não fazem parte das federações continentais e de atender a um mundo corporativo em mutação e uma sociedade cada vez mais exigente.

“Eu costumo dizer que todos esses desafios globais batem à porta das áreas e profissionais de Recursos Humanos e dos líderes que estão com a responsabilidade de gerir pessoas. E se somos a Federação Mundial que reunimos os profissionais que trabalham diretamente para a melhoria e desenvolvimento de profissionais, organizações e negócios, esse é o maior desafio”, finaliza.

A cerimônia de posse acontecerá em junho, nos Estados Unidos, durante a realização do Congresso Mundial de Recursos Humanos, que a World Federation promoverá em Chicago, simultaneamente à SHRM 2018 – Annual Conference & Exposition, promovida pela Society for Human Resource Management, associação norte-americana de RH. Seu mandato se estenderá até junho de 2020.

Para Elaine Saad, presidente da ABRH-Brasil, que por seis anos atuou ao lado de Leyla, como vice-presidente da associação, a escolha não poderia ser melhor. “Temos a convicção de que sob sua liderança, a WFPMA inaugura uma nova fase de avanços em nossa área e destacará mais uma vez a vanguarda do nosso país nas questões relativas ao capital humano nas organizações.”

Atualmente, a World Federation reúne 650 mil profissionais de RH de 93 países dos cinco continentes.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail