Licença-paternidade estendida na Radix

0
640

 

A Radix, empresa de engenharia e TI, implementou a licença-paternidade estendida desde a sua fundação, em 2010. Por lei, as empresas devem oferecer cinco dias corridos. Entretanto, a empresa observando a política de valorização do bem-estar, disponibiliza 15 dias corridos aos pais. Hoje a empresa conta 360 funcionários, sendo 67% homens e 33% mulheres.

Estar o mais próximo da família em momentos especiais como no nascimento do filho e nos dias que se sucedem é primordial para o bem-estar. A Radix traduz bem a realidade dos seus colaboradores no momentos que se tornam pais.

“As pessoas se sentem respeitadas quando têm a chance de ficar com a família em um momento de necessidade. Temos um caso bem recente de um funcionário nosso. A esposa dele começou a sentir muitas dores de madrugada e correu para o hospital. Chegando lá descobriu que estava com eclampsia e precisou fazer o parto na hora (o bebê nasceu prematuro e ficou na incubadora por alguns dias). Nosso funcionário ficou o tempo todo dando assistência à esposa, desde a ida para o hospital”, conta Luiz Rubião CEO da Radix. Mãe e bebê tiveram alta e passam bem.

Na Radix, a licença-paternidade estendida é vista como uma atenção ao colaborador que se transforma em produtividade e qualidade. Por exemplo, nos projetos que exigem dedicação extra, o empresário percebe que os funcionários estão engajados e que as famílias deles entendem a demanda. Quando se investe na qualidade de vida dos colaboradores há um clima de camaradagem, de preocupação com o resultado.

“Quando a empresa precisa, o funcionário está presente. Quando a família precisa, a empresa também está presente”, explica Rubião.

SHARE
Previous articlebvcbn,vc
Next articleCEO Challenge
[fbcomments]