Gestão

Liderança e Gestão de Mudanças: Executivos brasileiros estão abaixo da média

Divulgação
6 de junho de 2014

Recentemente a consultoria Kienbaum realizou uma pesquisa para traçar o Perfil dos Executivos Brasileiros para identificar, entre outros fatores, como o quesito liderança está sendo conduzido por eles. Com mais de 18 mil profissionais avaliados em 49 segmentos de mercado, os temas liderança de times, capacidade de catalisar mudanças, visão estratégica, gestão de pessoas e tomada de decisões estão entre as competências que precisam ser mais trabalhadas.

Em alguns setores também podem ser listadas outras competências entre as menos desenvolvidas, tais como o “empoderamento” – ação de gestão que visa delegar poder de autonomia e decisão dos talentos humanos nas empresas – e empreendedorismo.

#L# Além do levantamento dos gaps, a avaliação também possibilitou identificar os fatores que mais motivam os executivos, em primeiro lugar, aparecem o “progresso na carreira, aprendizado e desenvolvimento”, em segundo o “trabalho e desafio excitantes”, “trabalho de conteúdo enriquecedor” e “benefícios justos”. Já quanto às tendências futuras, o Perfil do Executivo brasileiro identificou três principais tendências para os próximos anos, baseadas em três pilares: “sustentar resultados atuais”, “construir futuro” e “transpor limites”.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail