Livro traça o novo perfil de um gestor de equipe

    0
    1259

    Especialista em liderança e vendas, apresenta um caminho
    para que o líder  não se transforme no vilão
    bem-sucedido ou no amigo fracassado

    Assim como a pergunta “quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?” intriga os cientistas, saber se uma pessoa “nasce” líder ou “torna-se” líder é uma dúvida peculiar no mundo corporativo. E quando a liderança está associada diretamente a uma equipe comercial?

    Para Alexandre Lacava, especialista em liderança e vendas, pessoas tentam ser líderes, mas não conseguem por falha no processo. Ou seja, é necessário treinar e desenvolver habilidades para que elas se tornem líderes. É com esta proposta, ao apresentar novos métodos de gestão de equipe, que ele lança o livro “7 Passos para Ser um Líder de Vendas”, publicado pela Editora Gente.

    “Precisamos de mais e melhores líderes de vendas preparados para o momento atual, com modelo mental, competências, habilidades, técnicas e atitudes que efetivamente contribuam para a gestão das equipes comerciais, com maestria e segurança no caminho da realização das metas”, resume.

    Ao contrário do que se possa imaginar, o livro não é um “passaporte direto” para uma promoção dentro de uma empresa. Seus capítulos sugerem uma auto-reflexão sobre os pontos positivos e negativos que são aplicados nos dias de hoje em uma equipe de vendas, e sobre como deve ser o novo perfil de um líder, quebrando alguns paradigmas pré-estabelecidos no ambiente corporativo, de que um bom chefe deve ser “ditador”.

    Para Lacava, é comum o gestor assumir o papel do “vilão bem-sucedido” ou do “amigo fracassado”. “Se garantem o alcance da meta, perdem a confiança da equipe, pois o resultado só vem com o sacrifício da moral destruída nas falsas promessas de remuneração”, comenta. “Ou então mantém a equipe unida e fortalecida, mas sem o fluxo necessário para os resultados aparecerem.”

    Os 7 Passos
    “7 Passos para Ser um Líder de Vendas” apresenta um novo método para melhorar os resultados e otimizar a gestão comercial, com foco no atendimento das necessidades do negócios e, acima de tudo, na construção de relacionamentos seguros e sustentáveis.

    Lacava propõe sete passos, que começam pelo desenvolvimento da habilidade do líder de reconhecer vantagens e desvantagens e de extrair o melhor das pessoas, passando pelo desenvolvimento de metas e engajamento da equipe, e terminando com a consciência da necessidade da renovação cíclica dos compromissos e das conexões.

    Oportunidade de vendas
    Talvez este seja o melhor período para uma empresa investir em uma equipe comercial, nos últimos dois anos. De acordo com relatório divulgado pelo IBGE no início de setembro,  o PIB do segundo trimestre de 2017 cresceu 0,3%, parte disso impulsionado pelo aumento do consumo das famílias. Esses dados mostraram que, depois de um longo período de desânimo do consumidor, o consumo das famílias aumentou 1,4%. Isso acontece depois de oito trimestres de retração.

    O novo ânimo da economia, alavancado pelo montante recentemente liberado pelo FGTS, atinge diretamente quem trabalha com vendas e não quer perder a oportunidade de bons negócios depois de um longo período de estiagem financeira.

    “Com mais dinheiro em circulação, vendedores precisam estar preparados. O resultado, obviamente, não é uma explosão de consumo e, portanto, o vendedor deve se preparar para conseguir tirar proveito desse momento”, explica o especialista.

    [fbcomments]