Novos eixos

0
569

A Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Nacional) está com novidades para o 37º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONAR H ABRH 2011). Além da mudança de layout que haverá no espaço de exposições, para que haja mais integração entre expositores, congressistas e visitantes, a associação criou eixos de acordo com os vários públicos que frequentam o congresso: jovens profissionais de RH; profissionais de RH com mais de cinco anos de experiência; diretores e VPs de RH; gestor público e gestores de pessoas em geral, que, neste caso, abrangem todos os profissionais que lideram equipes (veja mais abaixo).

Profissionais de RH em cargos intermediários
É fato que, mais que formação acadêmica, o profissional de RH tem de gostar de gente. Esse é o princípio de tudo em uma profissão rica e complexa. RH também deve ser operacional e estratégico e atuar em prol do negócio sem perder de vista o bem-estar dos colaboradores. Para ser RH, é preciso ser multidisciplinar e transitar transversalmente
pela organização. Tudo isso sem abrir mão do seu próprio desenvolvimento profissional e das suas expectativas de futuro.

Diretores e VPs de RH
Desenvolver alianças estratégicas dentro e fora da organização; inovar
permanentemente; criar políticas para formar, atrair e engajar líderes em todos os níveis; promover um ambiente de trabalho inspirador e feliz; e construir e medir resultados. Esses são os grandes desafios a serem vencidos pelos profissionais que alcançam o topo da área de Recursos Humanos na pirâmide organizacional e que estarão em
debate no CONARH ABRH 2011.

Jovens profissionais de RH
Novas gerações chegam ao mercado de trabalho trazendo na bagagem seus valores e propósitos para o mundo. Junto com isso, carregam dúvidas e dilemas sobre o futuro profissional. estimular os jovens a se desenvolver na carreira de RH significa abrir os ouvidos para suas expectativas, entender seu comportamento e dar subsídios para que eles possam atuar com todo o seu potencial de proatividade.

Profissionais de RH na gestão pública
É inegável que a gestão do setor público apresenta condicionantes e particularidades que a diferenciam substancialmente daquela encontrada nas empresas privadas. uma realidade que exige ação transformadora por parte de seus técnicos, gerentes e dirigentes. o evento vai debater o papel do rH na administração pública considerando tais diferenças e apresentar cases nos quais, apesar delas, chegou-se a modelos bemsucedidos em gestão de pessoas.

Gestores de pessoas
Foi-se o tempo em que os assuntos referentes aos funcionários eram exclusividade do RH. nas últimas duas décadas, o conceito de gestão empresarial passou por uma revolução, trazendo novo enfoque no gerenciamento de pessoas e equipes. RH deixou de ser um “tutor” para se tornar parceiro das lideranças na condução de políticas e práticas de gestão de pessoas.


Melhores práticas
Em 2010, sob o tema Uma janela para o novo, o CONARH recebeu mais de 3,3 mil congressistas que participaram de 57 palestras e que tiveram a oportunidade de participar de 67 palestras gratuitas, na expo ABRH. Para este ano, as expectativas são as melhores possíveis. “o tema ´pessoas´ está na agenda de todas as corporações que pretendem crescer neste país de grandes oportunidades. Estar presente no CONARH significa atualizar-se nas melhorespráticas de gestão de pessoas e trocar ideias e experiências com profissionais altamente gabaritados, é estar presente onde as coisas são discutidas,
faladas e pensadas com aplicabilidade para o dia a dia organizacional”, finaliza Elaine.


SHARE
Previous articleHoras perdidas
Next articleMais cheio
[fbcomments]