CONARH

Os eixos do congresso

25 de Janeiro de 2014

Os Comitês Executivo e Temático do CONARH, que se reuniram para a construção coletiva da programação, definiram os grandes temas do evento: Contexto e Tendências, Gestão das Organizações, Gestão de Pessoas e Gestão de RH.

CONTEXTO E TENDÊNCIAS – O advento da economia do conhecimento, em grande parte facilitado pelos avanços da tecnologia, trouxe a necessidade de transformações profundas na interação entre organizações e pessoas. Essa é a condição para o sucesso sustentável. Assim, torna-se imperativa uma revisão das tendências na gestão dos negócios e das pessoas a partir dos movimentos econômico, político e social no mundo e suas consequências para a competitividade do Brasil. A complexidade do contexto atual também exige uma releitura dos impactos das tecnologias nas organizações e na sociedade. Com essa compreensão, é possível debater e refletir sobre modelos de gestão suficientemente inovadores para transformar os desafios do presente em oportunidades de sucesso e capazes de promover a felicidade e a autorrealização profissional do indivíduo.

GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES – Organizações são organismos vivos, que, hoje, precisam se adaptar a um mundo vulnerável, incerto, complexo e ambíguo, e cuja tendência é assim se manter. O eixo busca as respostas sobre como se reorganizar para enfrentar esse cenário e se preparar para o futuro. Como seres vivos, as organizações demandam cuidados com a saúde – o que envolve gestão, pessoas e cultura – através de indicadores eficazes. Entretanto, os meios disponíveis não são mais suficientes. RH precisa “tomar o pulso” das organizações com um conjunto de indicadores e medidores que, mais que considerar o passado, possa predizer o futuro. Uma necessidade crescente em ambientes globais e tecnológicos, onde há forte demanda por integrar a cultura corporativa à cultura local e encontrar formas de motivar times virtuais. Também há que se encontrar referências sobre quem é o novo líder, que faz a “liga” das pessoas com esses organismos vivos, e como ele se prepara para influenciar um ambiente diverso.

GESTÃO DE PESSOAS – O desafio é olhar o contexto geral da empresa e as necessidades de administração, mobilizando seus esforços para dar a atenção e movimentação necessárias para a educação profissional, de forma que, por meio das pessoas, os resultados sejam alcançados. Além disso, o debate será em torno de humanizar as empresas na educação, além de seus muros. É necessário educar as pessoas não apenas para o desempenho de suas funções, mas sim para que faça sentido para si e seja possível além, interferindo positivamente em sua vida profissional e pessoal. Todas as empresas possuem uma meta em comum, que é o crescimento, e isso se dá através do esforço humano organizado por um grupo que possui o mesmo ideal. A gestão de pessoas tem como objetivo a valorização e formação de profissionais. Essa valorização auxilia a empresa no engajamento e na realização de seus objetivos. Profissionais felizes e reconhecidos levam o nome de suas organizações para outro patamar.

DESENVOLVIMENTO DE RH – O principal objetivo é debater a formação necessária e o desenvolvimento dos profissionais de RH, para que eles consigam contribuir na transformação dos modelos de gestão organizacional. Outro assunto a ser abordado é a questão das fronteiras do papel do RH, até onde e como ele pode colaborar internamente com as companhias e no dia a dia da sociedade. Além disso, será possível entender de que forma a tecnologia pode influenciar na conectividade desse profissional. Ainda, a discussão terá foco nas transformações da sociedade e no que pode ser feito nos modelos de gestão para que as organizações se tornem lugares mais saudáveis para os indivíduos, e sejam capazes de gerar, além de resultados, realização e impactos sustentáveis na sociedade.

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail