Gestão

Palestra em SP abordou os desafios do RH na 4a. Revolução Industrial

"Nós brasileiros somos mais reativos do que planejadores", afirma Edson Marx, sócio da Evolução Máxima

Da Redação
26 de Abril de 2018
Edson Marx

Edson Marx

Na manhã da última quarta-feira, 25, a Evolução Máxima promoveu uma palestra com um dos seus sócios, Edson Marx, sobre Os desafios do RH na quarta revolução industrial. Gratuito, o evento contou com a presença de profissionais da área para compreender e discutir sobre as transformações que a tecnologia traz à área, ao mercado de trabalho e nos costumes, hábitos e comportamentos das pessoas.

Edson iniciou a palestra com uma introdução às principais tecnologias disponíveis hoje que já são utilizadas em muitos segmentos, uma realidade que está impactando nos modelos tradicionais de trabalho, dentro desta 4a. Revolução Industrial, e precisa ser colocada em pauta o quanto antes. “Nós brasileiros somos mais reativos do que planejadores. Muitas empresas vão deixar para discutir isso aí quando pegar fogo. A gente não acha o melhor caminho. Até porque vocês sabem: criar cultura numa organização é coisa para 10 anos. Se você quiser mudar uma cultura, demora. Então, se você começar no meio da fogueira, você vai ter mais dificuldade de conseguir resultados”, afirma Edson.

Após a introdução que apresentou a Robótica, Inteligência Artificial (AI), Nanotecnologia, Biogenética, Realidade Virtual e Realidade Aumentada, Produção Digital 3D e Internet das Coisas (IoT) como realidades com mudanças significativas, Edson discorreu e exemplificou sobre os “6 D’s da disrupção”, de Peter Diamandis, onde afirma ser um processo praticamente irreversível. Por fim, Edson chega às consequências desta revolução para o RH.

A palestra, que nasceu de um workshop e treinamentos solicitados por um cliente da Evolução Máxima – preocupados com o tema -, deverá ter outras edições e em outras regiões do país.

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail