Para ser mais produtivo

0
452

Produzir é alcançar tudo aquilo a que nos propomos, de uma forma inteligente, ou seja, com um gasto de energia compatível ou equilibrado ao que você recebe da sua realização. Vejamos um exemplo simples, mas que diz muito. Se você saiu de férias, ou simplesmente se ausentou no fim de semana, com o propósito de descansar, e não o fez, o seu tempo não foi produtivo – em outras palavras, você não produziu aquilo que buscou.
 
Por isso, ao lidar com toda a parafernália eletrônica disponível nos dias atuais (desde celulares ou e-mails, passando pelos tablets, com vários aplicativos – só na Apple Store existem mais de 1.284 apps na categoria produtividade), é importante observar as seguintes dicas e truques para começar o ano energizado e permanecer assim.
 
1 Pare uma vez por semana e feche para balanço. Aqui, você faz a reunião com a pessoa mais importante do planeta: você mesmo. Consulte a agenda da semana que passou, olhe para as que se aproximam, limpe sua caixa de entrada e a cabeça. Pare, respire, se organize. Se você fizer isso perto do final de semana, melhor.
 
2 Elabore a sua semana a partir do item anterior e daí “crie” seus dias. Siga a sua agenda até onde for possível. Veja onde estão os furos a cada semana e pare novamente no final de cada período para a sua avaliação (repita isso durante 10 a 12 semanas). Você vai ficar craque em perceber que algumas semanas são melhores que outras e se dar conta de porque isso ocorreu.
 
3 Procure respirar entre um desconforto e outro – eles existem e fazem a gente se movimentar. Respirando entre eles você desenvolve uma capacidade de enfrentá-los melhor.
 
4 Procure fazer uma coisa de cada vez; embora seja quase pedir demais nos dias de hoje, acredite, é possível e funciona! Experimente.
 
5 Esvazie a sua cabeça constantemente. Monte um sistema no qual você consiga administrar tudo isso que você colocou para fora para, a partir daí, começar a usufruir dos benefícios.
 
6 Quando se pegar reclamando com você mesmo, em relação aos outros, nunca esqueça que você faz parte de um sistema e que, assim como você, todos estão querendo fazer o melhor possível. As habilidades de cada um, entretanto, são diferentes e por isso os ritmos também; respeite aos outros assim como você respeita a si mesmo.
 
7 Ainda sob o olhar sistêmico, lembre-se de fazer a sua parte e somente a sua parte. Ok, um pouco a mais pode ser, mas só um pouco a mais. Tenha sempre em mente que, se cada um fizer o seu, as coisas se equilibram. Não queira se achar melhor que os outros e carregar o mundo nas costas (ela anda doendo muito?).
 
8 As pessoas mais eficientes são aquelas que aplicam os melhores truques (não aqueles que enganam os outros ou a si mesmo). Tente driblar sua cabeça deixando-a sem saída para que você não corra perigo de se auto-sabotar. Somos mestres nisso, crie um antídoto, isto é, um truque ou truques. As crianças são as mais criativas nesse sentido: costumam arrancar o que querem dos adultos dessa forma.
 
9 O milagre na era de Cristo era andar sobre as águas; hoje, é andar na terra “presente”. Ser produtivo é uma questão de presença, de conseguir estar presente naquilo que fazemos. Aqui, novamente vale a dica: pare, respire, descanse. Faça isso a cada 90 -120 minutos. Assim como tudo na vida, é preciso que a gente também se desligue. Esse desafio é uma verdadeira arte e reside na sua capacidade de plugar e desplugar, o que aumentará significativamente a sua produtividade. 
 
10 Negociação é uma palavra chave. Por isso, recomendamos um inventário constante e atualizado da sua agenda e pendências, pois um acordo rompido e negociado é bem diferente de um acordo rompido e ignorado. Não ignore os seus compromissos, principalmente aqueles que fizer consigo mesmo. Quando não puder cumprir, negocie.
 
11 Quanto aos smartphones, celulares, Facebook e Twitter, eles são exatamente como mulher meio grávida: ou eles mandam em você ou você manda neles. Estabeleça períodos para cada um deles, e ocasiões para o celular. Você vai economizar dinheiro e ainda vai sobrar tempo para o sono, alimentação, esportes e filhos.  Para essa prática, retorne ao item número 1 dessas nossas dicas e boa reunião semanal.
 
Espero que no próximo ano você possa completar muito. Comece, decida-se por uma primeira ação, continue, persista e vá até o final. E assim que completar, reconheça, resgate a energia despendida e parta para a próxima. Assim, com certeza, você poderá dizer ao final de 2012 que ele foi um ano de inúmeras realizações.

 
*Marco Darvas é consultor e coach, especializado em treinamentos educacionais com foco em concentração e produtividade.

[fbcomments]