Pescar com as redes

0
442

Como tornar as redes sociais eficientes ferramentas de seleção? De acordo com o diretor de recursos humanos da Accenture , consultoria de gestão, serviços de tecnologia e outsourcing, Lauro Chacon, o principal benefício em utilizar esses canais para contratar talentos é ter um espaço para interagir mais com um público que já se relaciona com a empresa. “Quando temos um fã ou seguidor em nossa rede social, sabemos que essa pessoa tem algum interesse em nossa companhia”, diz. Para ter sucesso no recrutamento por meio de Facebook, Twitter, LinkedIn e outras mídias sociais, Chacon elenca cinco pontos essenciais a que as empresas devem estar atentas:

1> Registrar a vaga por meio de textos curtos e diretos que explicam a função e atividades do cargo;

2> Manter um canal aberto com os “fãs” para responder dúvidas com segurança e agilidade;

3> Ser assertivo quando escolher determinada vaga para cada uma das redes sociais;

4> Pesquisar os perfis que visitam, curtem e comentam as páginas das empresas para buscar os melhores;

5> Exigir dados atualizados dos candidatos, o que torna o processo mais ágil.

A Accenture usa esses canais para anunciar vagas de emprego, interagir com cerca de 100 mil fãs e encontrar o funcionário ideal. Em um concurso recente para a vaga de programador Siebel (software de gestão de clientes), a empresa registrou 244 candidatos que utilizaram as redes sociais para participar do processo de seleção.

 

SHARE
Previous articleEstá na Lei
Next articleRenovação forçada
[fbcomments]