Carreira e Educação

Pesquisa revela que qualificação profissional pode aumentar o salário em até 53%

A 54º edição da pesquisa contou com 2 milhões respondentes de mais de 25 mil empresas em 4.063 cidades de todo país

Da Redação
2 de Maio de 2018

A 54ª edição da Pesquisa Salarial, conduzida pela Catho Educação com mais de dois milhões de profissionais, em janeiro de 2018, apontou que o investimento em cursos de qualificação, como graduação e pós-graduação, podem impactar diretamente o salário do profissional brasileiro, em diferentes níveis hierárquicos.

Profissionais com cargo de coordenação que possuem pós-graduação ou mestrado/doutorado podem aumentar seus salários em até 53,7% e 47,4%, respectivamente. Já no nível de analista, por exemplo, a existência de um mestrado ou doutorado pode aumentar o salário em 118%.

De acordo com a pesquisa, em cargos de diretoria, por exemplo, a diferença salarial entre executivos, que possuem pós-graduação ou MBA em comparação aos que não possuem essa formação é de 47,2%. No nível operacional ou de assistente, quem possui graduação pode ganhar até 25% a mais do que quem não tem curso superior.

“As organizações estão em busca de profissionais cada vez mais completos, por isso, investir em educação é o primeiro passo para atingir os objetivos de carreira. É o que confirma essa pesquisa: o mercado sempre reconhece os profissionais mais bem qualificados”, explica o gerente da Catho Educação, Fernando Gaiofatto.

A pesquisa salarial é realizada a cada seis meses. A 54º edição, de janeiro de 2018, contou com 2 milhões de respondentes de mais de 25 mil empresas em 4.063 cidades de todo país.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail