Saúde

Pratos equilibrados

Da Redação
5 de setembro de 2014
Pratos equilibrados / Crédito: Getty Images
Calma! é possível ter uma alimentação balanceada / Crédito: Getty Images

A procura por uma alimentação saudável está em alta. É o que conclui o estudo Hábitos alimentares da população economicamente ativa conduzido pela Alelo. A empresa de benefícios, que tem o programa Movimento comer bem é tudo de bom, realizou a pesquisa nacional com mais de dois mil brasileiros, pelo Conectaí, braço on-line do Ibope.

Quando questionados sobre suas escolhas na hora de comer, 70% afirmam buscar um prato equilibrado com legumes, verduras, proteína e carboidratos. Entre as mulheres, essa preocupação é maior: 75% delas buscam essa variação, contra 68% dos homens. “Apesar de 56% dos brasileiros afirmarem ter uma alimentação saudável, apenas 7% declararam que quando almoçam fora de casa escolhem o local da refeição tendo como prioridade a oferta de pratos saudáveis”, afirma Ellen Mueratti, diretora executiva comercial, marketing e produtos da Alelo e coordenadora do estudo.

“Hoje, o fato de comer fora de casa não é mais desculpa para descuidar da saúde e não seguir uma boa alimentação já que os restaurantes, e até mesmo lanchonetes, estão lotados de opções saudáveis”, declara Rosana Perim, nutricionista do Movimento comer bem é tudo de bom. “Um prato simples e clássico evita erros e deslizes, além de ser saudável. Apostar na combinação salada + arroz + feijão + proteína (carne, frango ou peixe) + verduras e legumes é sempre a melhor opção. Para sobremesa, frutas e gelatina são boas pedidas”, completa a nutricionista.

Confira outros achados do estudo:

 

Incentivo às escolhas certas
O objetivo do programa Movimento Comer Bem é Tudo de Bom é incentivar o brasileiro a fazer escolhas certas na alimentação para ter uma vida saudável. A Alelo investiu numa plataforma de serviços, comunicação e ações para incentivar a alimentação saudável (www.comerbemtdb.com.br). Marcio Atalla, renomado educador físico, é o porta-voz do movimento.

Alimentação
* 61% dizem se alimentar de forma mais saudável em casa; 19% fora de casa e 17% garantiram que suas refeições são saudáveis em casa ou fora dela;
* 65% preferem restaurantes por quilo, enquanto 17% optam por restaurantes fast-food e 14% por lanchonetes;
* 85% afirmaram que comem o suficiente na hora do almoço;
* 12% confessaram que exageram na principal refeição do dia e apenas 2% disseram que comem menos do que deveriam.
Exercícios físicos
* Questionados sobre a prática de esportes, 74% disseram fazer atividades físicas, porém, sem regularidade;
* Entre os que realizam atividades físicas, 43% praticam caminhada; 36% delas, 2 ou 3 vezes por semana;
* Ginástica laboral é oferecida pelas empresas para 21% dos entrevistados e 12% disseram que suas companhias incentivam grupos de corridas e caminhadas;
* Apenas 39% das empresas brasileiras oferecem algum incentivo à atividade física.

 

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail