Redes Sociais ainda não são muito aceitas como ferramentas de recrutamento

12 de Fevereiro de 2014

Apesar do boom das redes sociais, ainda não é frequente o uso de suas ferramentas para recrutar e selecionar candidatos. Essa foi a conclusão da nova pesquisa da XpertRH 2013 sobre o tema. De acordo com os dados divulgados, apenas 46% dos empregadores usam as redes sociais na hora de selecionar perfis e recrutar candidatos, a maioria ainda prefere o uso de informações do próprio portal corporativo (89%), e de sites de recrutamento (82%).


A Melhor falou sobre R&S nas redes aqui: Ferramenta complementar

Entre as redes sociais usadas, LinkedIn é a mais popular, 78% daqueles que afirmaram usar as redes sociais, usam esta plataforma como instrumento para selecionar os candidatos. Outras plataformas populares incluem Twitter (48%), Facebook (37%) e YouTube (10%). Com as redes sociais o recrutador consegue participar de forma mais ativa do gerenciamento das informações, 82% das empresas que utilizam as redes sociais acabam gerenciando todo o processo seletivo. 

Empregadores observam as redes sociais como uma ferramenta importante para aumentar a gama de candidatos e 60% deles concorda que elas são bastante efetivas. Resultados também mostram que as redes sociais são geralmente usadas nos estágios iniciais do processo de seleção: 50% usam as plataformas para publicar vagas e apenas 7% usam efetivamente as redes sociais para cruzar dados de possíveis candidatos entre os seguidores de suas redes.

A pesquisa 2013 Xpert HR sobre o uso dos meios digitais para recrutamento e seleção tomou como base a resposta de 138 empresas de diferentes segmentos.

Texto original: http://www.hcamag.com/article/social-media-not-widely-accepted-as-a-recruitment-tool-173285.aspx

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail