Temas relevantes

0
991
Alvaro Dilli / Crédito: Divulgação
Alvaro Dilli é vp de desenvolvimento sustentável da ABRH-RS / Crédito: Divulgação

O tema educação corporativa tem uma abordagem central dado sua relevância para a grande maioria das empresas. Segundo pesquisa da The Economist Intelligent Unit 2012/13 sobre as principais preocupações dos CEOs com relação às pessoas, 56% dos respondentes afirmam que faltam talentos nas organizações, 43% entendem que faltam bons líderes e para 41% faltam alinhamentos entre os objetivos individuais e empresariais, demonstrando a importância da gestão dos recursos humanos para o crescimento sustentável das organizações.

Devemos refletir sobre esse tema (educação), ligando-o com outro muito comentado nos últimos anos: a sustentabilidade — tema que ainda encontra grande dificuldade de ser colocado em prática na maioria das empresas. O conhecido equilíbrio entre os três pilares: social, econômico e ambiental significa para empresas que os negócios não podem ser mais realizados visando o lucro a qualquer custo e com visão de curto prazo. Para qualquer empresa que deseja ser longeva, o lucro é extremamente relevante, mas além disso será necessário reduzir os impactos negativos de suas operações tanto no meio ambiente quanto junto às demais partes interessadas, conhecidas modernamente como stakeholders.

No entanto, o desafio maior é começar esse processo nas organizações. Fica cada vez mais claro que a área de RH terá um papel fundamental como agente de mudanças, inovação e introdução dessa temática no cotidiano das atividades. Não haverá possibilidade de sucesso sem a participação efetiva das pessoas e, portanto, caberá à área que lida com gente buscar metodologias e práticas inovadoras que incorporem os três pilares em todas as ações de suas equipes, até que o tema seja tratado nas camadas hierárquicas mais altas, ou seja, transformando-se em um tema estratégico para o desenvolvimento e crescimento das empresas.

Nesse sentido, a ABRH-RS está inovando desde o momento em que definiu como principal desafio para a vice-presidência de Desenvolvimento Sustentável a ampliação e introdução da temática, estendendo o foco anterior em Responsabilidade Social para a Sustentabilidade. Fica cada vez mais claro que Sustentabilidade é uma competência; portanto, poderá ser aprendida e ensinada a partir dos conhecimentos, habilidades e atitudes.

Assim, montamos um workshop com apoio da Fundação Espaço Eco da Basf (SP) com foco nos conselheiros e executivos. O resultado e percepções do trabalho foram fantásticos e produtivos. Para facilitar a compreensão do tema, foi desenvolvida e apresentada a matriz com as 10 principais atividades desenvolvidas pelo RH nas empresas e seus impactos nos três pilares, demonstrando o pioneirismo da ABRH-RS nesse tema para o RH.

Muito em breve, teremos o CONGREGARH, em Passo Fundo, com a participação de empresas ligadas à produção de biocombustíveis, trazendo benefícios claros ao meio ambiente com redução das emissões de gás de efeito estufa, e também com a Cotrijal, que é uma cooperativa de produtores rurais preocupados com seus impactos sociais, ambientais e resultados positivos com a produção de commodities agrícolas à luz do Novo Código Florestal. 

[fbcomments]