Gestão

Tempo de cuidar do capital humano

22 de Janeiro de 2014

O ano-novo começa e o que se vê ou, pelo menos, o que se sente é que teremos meses promissores pela frente. Claro que a euforia e o otimismo também estão sendo puxados pela realização da Copa do Mundo no Brasil, mas é inegável que o país vem atraindo os olhos globais. Não por acaso, o leilão de dois aeroportos estratégicos — Galeão (RJ) e Confins (MG) — alcançou um ágio de 251% juntos. E para manter essa engrenagem funcionando a todo o vapor é preciso investir em capital humano. Esse é um tema unânime no mundo corporativo, de acordo com uma breve enquete realizada pela MELHOR com RHs de empresas de distintos segmentos no Brasil. Outra tendência é que as companhias estão cada vez mais de olho na qualidade de entrega de seus produtos e serviços. Algumas, como é o caso da Dafiti, levam o assunto tão a sério que resolveram colocar seus profissionais na pele dos clientes: a empresa criou programas no qual seus funcionários, sejam do alto escalão ou não, vivem um dia de consumidor, para que possam ter uma percepção melhor de quais são os gaps da entrega do serviço. Veja essas e demais novidades que as empresas apontam para 2014 e confira ainda um balanço de resultados do ano que se passou.


ATRAIR E RETER TALENTOS

Valquíria da Cruz, gerente de Marketing da ADP Brasil
Valquíria, da ADP Brasil: importância das métricas em RH

Buscar aqueles que geram  resultados é um dos desafios crescentes para o RH, afirma Valquíria da Cruz, gerente de marketing da ADP Brasil, empresa atuante em soluções de recursos humanos e folha de pagamento.

O mais importante investimento em RH, em 2014
A ADP mantém uma estratégia consistente de investimentos, centrada em inovação e serviço. Em 2014, estaremos trabalhando proximamente aos nossos clientes para auxiliá-los em sua transição para o eSocial. Temos investido fortemente nessa área com o intuito de prover uma solução de serviço que minimize os impactos à rotina do RH de nossos clientes. Também com relação a serviço, continuaremos nossos investimentos em programas estratégicos voltados a talentos, processos e tecnologia para aumento de qualidade dos nossos serviços e satisfação dos nossos clientes. Além disso, no ano que vem, iremos introduzir no Brasil inovações em tecnologia ligadas a mobilidade e à experiência do usuário. Trata-se de tecnologias globais da ADP, alimentadas com as melhores práticas identificadas pela companhia ao redor do mundo, e que enriquecerão a experiência da nossa plataforma integrada de Gestão do Capital Humano (HCM).

Principais desafios em gestão de pessoas
Num mercado de trabalho aquecido, identificar, atrair e reter os melhores talentos – aqueles que irão gerar a diferenciação competitiva e resultados buscados pelas empresas – é um desafio crescente para o RH. Além disso, métricas tornam-se, cada vez mais, a linguagem para articular a contribuição do RH ao negócio e guiar decisões de investimento. Essas são tendências que vêm se acelerando no Brasil, e que coincidem com a gestão cada vez mais corporativa das empresas. Tudo isso demanda do RH uma nova perspectiva, novas habilidades e novas ferramentas. Na área de folha de pagamento, certamente, o grande tema do ano no Brasil será conformidade legal e automação de processos, impulsionados com o programa  eSocial. Trata-se de um programa complexo e de um escopo ambicioso de modernização, que exigirá adequação de práticas, prazos e processos por parte das empresas. O cenário futuro consistirá de informações cada vez mais detalhadas demandadas em tempo real, num país com uma grande dinâmica de mudanças na legislação. Para reduzir o risco e os custos e ganhar agilidade, o caminho para as empresas é simplificar: selecionar melhores práticas e aumentar o nível de padronização.


BUSCAR OS MELHORES

O mais importante investimento em RH, em 2014, Elisa Carra, líder de recursos humanos para Brasil e América do Sul da EY (antiga Ernst & Young), conta que os investimentos em pessoas terão como foco desenvolvimento, coaching e mobilidade.

Em 2014, continuaremos a investir no desenvolvimento de pessoas, sempre buscando ter os melhores talentos e as mais bem preparadas equipes. Para isso, investimos em programas de desenvolvimento, coaching e mobilidade para que todos tenham a oportunidade de atingir seu máximo potencial.

Principais desafios em gestão de pessoas
Para a EY, um dos principais desafios é manter nossa atratividade junto aos jovens talentos, considerando as diferenças entre gerações e a nossa mudança de marca. Buscamos internamente o equilíbrio entre as gerações, potencializando as diferenças de cada profissional e promovendo equipes de alta performance.

Melhor resultado em RH, em 2013
Destaco duas conquistas: nossa classificação pelo segundo ano consecutivo em 1º lugar dentre as big four no Brasil – as maiores empresas de consultoria de finanças, impostos e auditoria –, na pesquisa da consultoria Universum, realizada com jovens universitários. Na lista, aparecemos em 20º lugar, à frente das concorrentes. Em comparação ao ano passado, subimos quatro posições no ranking geral. E outro grande resultado foi a recente conquista da EYU, nossa universidade corporativa, do prêmio Cubic International Awards de melhor universidade corporativa do mundo. O Cubic International Awards é um prêmio oferecido pela Corporate Learning Network a instituições que promovem a inovação e desenvolvem treinamentos de qualidade. Esses são dois, dentre muitos resultados neste ano, que consolidam nosso propósito como firma: construir um mundo de negócios melhor para nossos clientes, nossos profissionais e para a sociedade.


 

OLHAR COM OS OLHOS DO CLIENTE

Philipp Povel, diretor de Rh da Dafiti
 Povel, da Dafiti: melhor alinhamento dos funcionários

Philipp Povel, diretor de RH da Dafiti, empresa de e-commerce, destaca a criação do Dia do Cliente: iniciativa da empresa para colocar seus 1,5 mil funcionários no lugar do consumidor

O mais importante investimento em RH, em 2014
A maior aposta da Dafiti em gestão de pessoas teve início ano passado e se estende para o ano de 2014. Instituímos, oficialmente no dia 30 de outubro, o primeiro Dia do Cliente, um marco que acontece uma vez por mês e permite que os 1,5 mil funcionários tenham a oportunidade de trabalhar durante um dia nas áreas estratégicas de contato direto com o consumidor: central de relacionamento com cliente (REC), centro de distribuição e entregas. A iniciativa faz parte da nossa cultura e estratégia de oferecer o melhor serviço e experiência de compra para o consumidor.

Principais desafios em gestão de pessoas
Ao longo desses dois anos e meio de operações, a Dafiti passou de startup para uma empresa com 1,5 mil funcionários. Se antes a comunicação entre os funcionários e o alinhamento interno era uma questão rápida, agora temos de garantir entrosamento para que todos falem a mesma língua. O desafio é fazer com que nossos colaboradores vejam os negócios com os olhos dos clientes. Além disso, unificar a visão de uma empresa e de um time, ajudando no sentimento de equipe e na carreira dos funcionários. 

Melhor resultado em RH, em 2013
Após consolidação da Dafiti no mercado de e-commerce brasileiro, dedicamos o primeiro semestre do ano passado para desenvolver e engajar todos os funcionários em torno de uma cultura única, com a estratégia de oferecer o melhor serviço e experiência de compra para o consumidor brasileiro e da América Latina. O Dia do Cliente é parte desse projeto e pode ser considerada a principal iniciativa do ano. Ao incentivar a imersão de todos os nossos funcionários nas áreas-chave da operação, estimulamos o melhor entendimento do negócio e a sensibilização diante das necessidades e desafios do cliente. Temos como objetivo ser o e-commerce favorito da AL para produtos de moda, por isso o nosso foco é na satisfação do cliente. Até agora, 300 pessoas do time da Dafiti já passaram por essas áreas estratégicas.


PARA ATINGIR RESULTADOS

Para Mariana Boner, diretora de RH da Globalweb Corp, de tecnologia da informação, um dos principais desafios é manter as pessoas motivadas em busca dos objetivos.

Melhor resultado em RH, em 2013
Temos muito a comemorar. O grupo, que conta com 1,4 mil colaboradores e possui escritórios nas principais praças do Brasi e nos EUA, acaba de premiar os funcionários com mais de 10 anos de empresa. Acreditamos muito no poder do capital humano e construir uma trajetória consolidada de sucesso com o nosso time de colaboradores é a certeza de que a nossa cultura vem gerando resultados positivos. Nos dias de hoje, com a alta rotatividade nas empresas, poder contar com profissionais comprometidos é uma vitória. Também fomos premiados em importantes pesquisas de gestão, assim como o reconhecimento de nossas práticas de gestão pela ONU, tornando a empresa signatária da entidade.

Principais desafios em gestão de pessoas
Manter as pessoas motivadas para atingir e superar resultados, considerando a pressão corporativa e também todas as adversidades que as pessoas têm em suas vidas (pessoal e profissional), é o desafio atual. Nesse sentido, investimos constantemente em práticas de retenção, por meio de um intensivo programa de treinamento que, além de capacitar os profissionais, os incentiva a permanecer na empresa e a conquistarem melhores promoções. Também realizamos o Programa de Gestão de Desempenho que visa aprimorar a qualidade e o compromisso de nossos colaboradores com as práticas e políticas da empresa.

O investimento mais importante em RH, em 2014
Além do programa de avaliação de desempenho profissional, o nosso constante investimento em coaching executivo e formação de líderes é muito importante para nós, justamente por serem os principais responsáveis pela motivação e o alcance dos resultados.


CAPACITAR OS FUNCIONÁRIOS
Gerente de gestão de pessoas do Hospital e Maternidade Santa Joana, de São Paulo, Roberto Carlos conta que um dos sucessos de 2013 foi a reestruturação da área de T&D.

#L# O mais importante investimento em RH, em 2014
Reciclar e capacitar os nossos profissionais, identificados nas avaliações de desempenho. O capital humano é o maior patrimônio de qualquer instituição. Ter profissionais bem preparados é fundamental para a melhoria de todo o processo, com foco na assistência ao paciente.

Principais desafios em gestão de pessoas
Reter os talentos existentes na instituição, buscar os melhores profissionais no mercado, em todos os níveis, e administrar conflitos.

Melhor resultado em RH, em 2013
Reestruturação da área de treinamento & desenvolvimento, com a reformulação da avaliação de desempenho, criando um modelo por competência, aplicado para todos os profissionais em todos os níveis.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail