Tecnologia

Todos juntos

Felipe Falleti
9 de agosto de 2012

Os softwares de gestão empresarial, colaboração na nuvem, gestão de projetos, videoconferência e gerenciamento de projetos ganham versões – pagas e gratuitas – para tablets e smartphones e levam a colaboração entre funcionários para os dispositivos móveis. Separamos uma lista dos 10 aplicativos mais úteis para tornar os times  mais colaborativos, melhorar a produtividade e a comunicação nas empresas.






IBM Lotus Symphony
O aplicativo da IBM permite que colaboradores de uma mesma empresa formem grupos para compartilhar planilhas de cálculo, texto e apresentações. Na prática, os funcionários que atuam em locais diferentes (como representantes de vendas, por exemplo, ou desenvolvedores de software) podem editar documentos juntos pelo tablet ou smartphone, alterar textos e criar apresentações juntos. O app pode ser acessado pelo desktop, por meio da suíte IBM Lotus, ou gratuitamente por meio do app mobile por até 30 dias. Após este período, o aplicativo cobra uma licença única de cinco dólares para o uso de recursos avançados, por usuário. A principal desvantagem do app é não suportar documentos nos formatos Doc, PPT e XLS, usados pela Microsoft na suíte Office. Quem criar arquivos usando a aplicação da Microsoft deverá salvá-los na extensão ODF antes de sincronizá-los em seu aplicativo Lotus.
Plataformas: iPhone, iPad, Android e BlackBerry
Custo: gratuito por 30 dias


Sharepoint Filamente




O popular software de colaboração corporativa da Microsoft, o Sharepoint, ganhou uma versão adaptada por meio do Filamente, aplicativo para iOS criado pela empresa Aircreek. Com o app, que custa 16,99 dólares, o usuário pode acessar os dados do Sharepoint de sua empresa direto no iPad ou iPhone. O serviço oferece praticamente todos os recursos do Sharepoint usado no desktop, como acessar dados da intranet corporativa, checar dados de colegas de trabalho como e-mail e telefone, compartilhar relatórios e apresentações.
Plataformas: iPhone e iPad
Custo: 16,99 dólares






Cisco WebEx
Desenvolvido pela especialista em tecnologias de videoconferência Cisco, o WebEx é um aplicativo que permite a colaboradores que estão distantes do escritório ou atuam em cidades diferentes da sede criar reuniões virtuais com contato por vídeo, som e mensagens de texto. O app permite, por exemplo, que um grupo se reúna fisicamente em uma sala de reunião e outros colaboradores que estão na rua ou em outras cidades entrem “on-line” no encontro por imagem e voz. A principal vantagem do app é o ótimo compactamento de arquivos feito pela Cisco, o que permite boa qualidade de áudio e imagem mesmo para quem possui uma conexão Wi-Fi apenas razoável. O software pode ser sincronizado com webcams em salas de reunião e exibir, além de imagens captadas ao vivo, slides de apresentação, permitindo que todos os colaboradores tenham acesso a todos os conteúdos de um encontro corporativo. Na prática, o app transforma o smartphone ou tablet numa central de videoconferência, permitindo encontros virtuais em escritórios sem grande infraestrutura.
Plataformas: iPad, iPhone e Android
Custo: gratuito


AtTask





O aplicativo de agendamento de tarefas AtTask permite que vários colaboradores de uma mesma empresa registrem o que estão fazendo, agendem reuniões, publiquem comentários embaixo das atualizações de terceiros e disparem notificações sempre que uma atividade for concluída. Gratuito, o app é útil para gestores acompanharem os andamento de projetos nas mãos de sua equipe e manter todos os colaboradores informados sobre o andamento de cada etapa de um projeto. O software permite anexar documentos, como planilhas de texto e cálculo, e é capaz de gerar relatórios indicando quanto tempo foi gasto em cada parte de um projeto.
Plataformas: iPad, iPhone e Android
Custo: gratuito


#Q#





Hootsuite
Empresas quem mantêm perfis públicos nas redes sociais, como Twitter, Facebook e Google Plus, encontram no Hootsuite o melhor aplicativo para agendar posts, responder dúvidas de clientes e medir os níveis de compartilhamento e engajamento de seus usuários. O app permite que até vinte pessoas de uma mesma empresa acessem os dados de audiência de suas redes, compartilhem com seus gestores e colegas os cases de sucesso e monitorem, em tempo real, a repercussão de posts em seus perfis sociais.  O software possui versão gratuita, pro (cinco dólares por mês) ou enterprise (que pode custar até mil dólares ao ano), mas gera análise avançada de desempenho nas redes para múltiplos usuários. O app pode ser usado em dispositivos móveis, PC com Windows ou Macs.
Plataformas: iPhone, iPad, Android, Windows Phone e BlackBerry
Custo: gratuito e pago


Basecamp




O aplicativo de gerenciamento de projetos permite que todos os colaboradores envolvidos numa tarefa organizem suas tarefas, determinem deadlines e atribuam responsabilidades remotamente. Disponível em português, o app permite ao gestor do projeto acompanhar o andamento de cada fase de uma tarefa, identificar gargalos e áreas críticas.  Com cinco milhões de usuários e utilizado por grandes companhias como National Geographic, Warner Bros e Fox Sports, o app é o mais popular em seu segmento.  Seu custo depende do número de usuários envolvidos no projeto e volume de recursos desejados. A Basecamp oferece 30 dias de uso gratuito e, depois, o pagamento de uma de suas três modalidades de licença: Plus por 49 dólares; Premium por 99 dólares e Max por 149 dólares.
Plataformas: iPhone, iPad, Android e PC com Windows ou Mac
Custo: de 49 dólares a 149 dólares, dependendo da licença


SAP StreamWork
Corporações que usam a plataforma de gestão SAP podem explorar o app StreamWork nos iPhones e iPads de seus colaborações. O aplicativo é um software que se conecta aos servidores Linux que usam SAP e, na prática, permite que um funcionário fora do escritório acesse os sistemas de gestão SAP da empresa e faça operações como lançar uma conta a pagar, cadastre uma mudança na folha de pagamentos ou registre um novo pedido de um cliente. Os dados podem ser editados por terceiros e tudo é sincronizado com a aplicação SAP acessada nos desktops da empresa e outros dispositivos. A versão básica é gratuita, a profissional custa 9 dólares por usuário ao mês. Já a empresarial é taxada inicialmente a 192 dólares por usuário por mês e inclui recursos de segurança avançados, provisionamento e auditoria.
Plataformas: iPhone e iPad
Custo: 9 dólares a 192 dólares






Google Docs
Uma das primeiras suítes de colaboração da internet, o Google Docs permite acessar no tablet ou no smartphone as planilhas de cálculo, textos e apresentações criadas no PC ou no dispositivo móvel. Como no desktop, o software permite que diferentes colaboradores acessem as planilhas e façam edições. O app grava o registro de quem fez modificações e pode disparar notificações para os envolvidos, se eles tiverem uma conta de Gmail.
Plataformas: iPad, iPhone, Android, PC com Windows e Mac
Custo: gratuito


OneHub




Criado em 2007, o aplicativo OneHub é uma solução voltada para pequenas empresas que permite a todos colaboradores hospedarem, num único endereço, relatórios, planilhas, links e documentos úteis para seus gestores e colegas. O app também oferece um recurso para registrar comentários e reclamações de seus clientes, permitindo que qualquer colaborador autorizado use a interface do OneHub para responder a esses consumidores, disparando e-mails ou mensagens de texto para eles. O app mistura colaboração entre funcionários com recursos de atendimento ao consumidor. Para um pequeno número de usuários, o custo da licença é 29 dólares, mas pode chegar a até 499 dólares nos planos mais avançados. Além dos dispositivos móveis, o app pode ser instalado no PC com Windows ou Mac.
Plataformas: iPad, iPhone e Android
Custo: licença que varia de 29 dólares a 499 dólares






Chatter
Desenvolvido pela Salesforce, especialista americana em ferramentas de gestão, o app Chatter cria uma espécie de rede social segura para o compartilhamento de informações corporativas. De uso gratuito, o app pode ser instalado tanto no desktop quanto em tablets e smartphones e permite, por exemplo, que o RH publique comunicados na timeline dos funcionários e que colaboradores compartilhem planilhas de vendas e planos de marketing entre si. Entre os recursos do aplicativo está a possibilidade de receber notificações. É possível um usuário determinar, por exemplo, que deseja ser avisado via push message sempre que seu chefe ou um colaborador-chave postar um conteúdo no Chatter. Segundo a SalesForce, o Chatter é adotado por 60 mil empresas no mundo.
Plataformas: iPad, iPhone, Android, BlackBerry, Windows e Mac
Custo: gratuito

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail