TOTVS Consulting lança aplicativo para cadastro de e-Social

    Empresas ganham agilidade para atualizar os dados de seus funcionários que precisam ser enviados ao Governo em março

    0
    900

    Desenvolvido internamente por sua Fábrica de Aplicativos Corporativos, a TOTVS Consulting lança no mercado o app eSocial. O objetivo é facilitar o processo – nessa primeira fase -, para mais de 14 mil empresas brasileiras que faturaram mais de R$ 78 milhões em 2016 e precisam fazer o envio do cadastro inicial de seus funcionários ao Governo. A exigência passa a valer a partir de 1° março.

    Compatível com qualquer sistema de folha de pagamento do mercado, o aplicativo permite a atualização direta de diversos tipos de documentos, endereço, informações de dependentes, cargo, nacionalidade, necessidades especiais e demais dados que as empresas precisam para cadastrar cada um de seus colaboradores (e dependentes) no sistema eSocial. Além disso, a novidade permite anexar a documentação comprobatória de forma muito simples e rápida. Para isso, basta tirar a foto do RG, por exemplo, usando o próprio celular.

    A nova exigência governamental impacta não apenas as empresas obrigadas a enviar todos os dados e movimentações de seus funcionários corretamente, como o próprio trabalhador que precisa garantir que informações pessoais como nome, CPF, NIS e data de nascimento estejam corretas e consistentes nos bancos de dados da Receita Federal, Previdência e Caixa Econômica.

    “Com essa ferramenta fica mais fácil alcançar todos os colaboradores, mesmo aqueles que trabalham em campo ou em outros estados, trazendo mais comodidade e conveniência para eles e mais segurança e agilidade para a empresa. Temos um modelo padrão, mas também trabalhamos com customizações de acordo com a necessidade de cada empresa”, destaca Renata Seldin, diretora da TOTVS Consulting.

    Todos os campos do layout do eSocial de preenchimento do colaborador já estão embutidos no aplicativo, o que garante a as informações necessárias para envio ao governo. Depois de preenchidas, as informações do funcionário ficam armazenadas no espaço do administrador do RH, que consegue aprová-las antes de atualizar o sistema de folha de pagamento.

    [fbcomments]