Gestão

Universidades Corporativas: eficiência dentro de casa

Universidades Corporativas: eficiência dentro de casa
16 de outubro de 2014
Bruce Bianchini / Crédito: Divulgação
Bruce Bianchini é Consultor de Treinamentos na Universidade Corporativa Sankhya / Crédito: Divulgação

Quando a formação acadêmica não é o suficiente para preparar os profissionais da maneira que o mercado precisa, seja em número ou na qualidade da formação, cabe às empresas preencher esta lacuna. Em muitos casos, o próprio negócio exige isso, uma vez que os profissionais formados não tem contato durante a sua formação com todos os detalhes necessários para execução plena de suas responsabilidades na empresa.

Restam às empresas direcionar uma parte dos seus investimentos em capacitação e para isso existem dois caminhos: o primeiro é confiar na troca de experiência entre os profissionais mais antigos e os novatos. Funciona, mas é uma experiência difícil de ser reproduzida: os mais experientes se aposentam, mudam de emprego e, na maioria das vezes, não há um departamento responsável por centralizar e organizar a informação e elas vão embora com estes profissionais.

Outro caminho é a criação das universidades corporativas. São elas que vão organizar as informações, preparar e oferecer treinamentos customizados de acordo com as necessidades do negócio. Com a formalização, tem-se a criação de cursos específicos para cada carreira. Com duas vantagens:

Não se toma tempo e produtividade dos funcionários mais antigos. Os novos profissionais são capacitados e começam a produzir em um menor espaço de tempo.

Outra vantagem da universidade corporativa é a evolução dos treinamentos que ela oferece. Baseados na experiência da empresa e seus profissionais, eles são atualizados e aprimorados de acordo com a dinâmica do próprio mercado. Com o tempo, melhora a forma e o conteúdo da oferta de cursos.

Além disso, esse conhecimento é formalizado, garantindo que os profissionais vão aprender de acordo com melhores práticas. A evolução se dá também na didática, com a progressão de cursos, provas e avaliações.
O ensino a distância facilita todo esse processo. Pelos EADs, os cursos ficam disponíveis 24 horas por dia e os usuários podem realizá-los nos momentos em que for mais conveniente. Esse formato ainda reduz custos e diminui distâncias, pois permitem a realização de treinamentos com profissionais alocados em qualquer lugar do mundo.
Existem diversas maneiras de transmitir conhecimento, como cursos à distância, apostilas e treinamentos presenciais. Seja qual for o meio utilizado pela empresa, a formação profissional interna deve ser considerada como uma estratégia para disseminar conteúdo e capacitar profissionais de acordo com as necessidades do negócio, trazendo benefícios para todas as partes envolvidas.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail