Vida nova no trabalho

    0
    572

    O mercado corporativo passa por uma reinvenção dos ambientes do trabalho. Aos poucos, empresas dos mais variados segmentos e portes vêm reestruturando seus espaços para incorporar novos conceitos como conforto, integração, flexibilidade, sustentabilidade, colaboração e conectividade, em busca de uma maior sinergia corporativa. Realizado entre 26 de novembro e 7 de dezembro, a mais recente edição do Casa Office trouxe as principais novidades do segmento. “Os projetos estão mais convidativos e com soluções viáveis a qualquer empresa. É que, cada vez mais, os profissionais estão buscando aliar qualidade de vida, ergonomia, conforto e inovação aos escritórios, garantindo assim o sucesso, a produtividade e a eficiência para o mundo dos negócios”, explica Angelo Derenze, presidente do Grupo Casa Cor.

    Realizada no Cidade Jardim Corporate Center de São Paulo – empreendimento da incorporadora JHSF de alto padrão e um dos primeiros do país a integrar conceitos de sustentabilidade – a mostra apresentou 10 ambientes projetados pelos grandes experts da arquitetura corporativa. Em sua quinta edição, o evento contou com a curadoria da arquiteta Claudia Andrade, profissional com mais de 29 anos de experiência no setor. Segundo ela, o Casa Office oferece ao público uma diversidade de opções que refletem as tendências de design e arquitetura. “Nossa ideia é que o visitante se sinta em seu novo escritório e incorpore as tendências apresentadas na mostra, saindo inspirados para criar ambientes mais instigantes e produtivos”.

    Da tradicional sala do presidente até espaços inusitados de convivência e salas de reuniões cada vez mais hi-tech, os ambientes trazem informalidade, integração e vida inteligente – conceitos fundamentais em um momento em que se fala muito de economia criativa. Os ambientes de trabalho deixam de ser espaços que reúnem profissionais, eles passam a expressar o modelo de gestão, a estratégia de negócios e a forma de ver o mundo e o mercado. Segundo os organizadores, é uma provocação Í  reflexão sobre os espaços de trabalho, que deverão cada vez mais atender a exigências de mobilidade e inovação.

    SHARE
    Previous articleA profecia
    Next articlePelo uso consciente
    [fbcomments]