Carreira e Educação

93% dos freelancers investem em qualificação, diz pesquisa

Frelancers estão buscando por mais qualificação profissional em mercado cada vez mais competitivo

Da Redação
5 de junho de 2019

Crédito: Freepik

Enquanto as empresas procuram pessoas cada vez mais qualificadas, os profissionais vêm investindo em cursos profissionalizantes visando melhores oportunidades. É o que aponta o Relatório de Trabalho Independente e Empreendimento 2018 desenvolvido pela Workana, plataforma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina. O levantamento mostra que 93% dos entrevistados fez algum curso de capacitação no ano passado.

De acordo com Guillermo Bracciaforte, cofundador da Workana, a competitividade e a alta demanda vêm influenciando esses profissionais a buscarem novas habilidades. “Hoje em dia temos mudanças muito rápidas no mercado, o que gera uma demanda muito alta de pessoas qualificadas. É um movimento muito positivo tanto para as empresas quanto para os trabalhadores”. Dentre os entrevistados, ainda, 44% dedicaram mais de 100 horas em capacitação.

O estudo levantou também que 44% dos entrevistados são universitários, 15% possuem curso técnico e 22% são pós-graduados. “Notamos também que temos um número expressivo de profissionais brasileiros que falam inglês: 26%”, analisa Bracciaforte. Desses profissionais, 88% acreditam que saber outros idiomas influi na hora de encontrar trabalho freelance. Além disso, o estudo apontou que enquanto 17% dos profissionais brasileiros falam espanhol, apenas 5% dos profissionais que têm o espanhol como língua materna falam português.

O relatório ainda aponta que em 2017 a atividade freelance cresceu 80% na América Latina e que as áreas mais procuradas pelas empresas são as de Marketing e Vendas (33%), TI e Programação (30%), Design e Multimídia (28%) e Tradução e Conteúdos (10%).

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail