CONARH

Humanize: o amor é contagioso

Da Redação
12 de agosto de 2019

Patch Adams, médico estadunidense que revolucionou o atendimento nos hospitais dos Estados Unidos, vai falar na palestra Humanize: o amor é contagioso

Sao tempos de revolução tecnológica. A ascensão da tecnologia e as mudanças que ela trouxe para o mundo, redesenhou hábitos, comportamentos, fazendo as pessoas a encontrar um novo modo de de viver, de se relacionar e, principalmente de trabalhar.

Diante desse cenário, no ambiente corporativo as mudanças foram e continuam sendo de grande impacto nas empresas, nos negócios e nos profissionais. Para um dos atores principais na gestão de pessoas de uma organização, o RH tem experimentado automatizar processos e participar mais dos negócios da empresa, alem de estar mais próximo do colaborador.

Patch Adams / Crédito: Gustavo Morita

Assim, a área alcança uma importante e fundamental estratégia: a humanização. Saber lidar com as mudanças ocasionadas pela tecnologia e não deixar jamais esse papel significativo, de entender e buscar soluções para os anseios do colaboradores, talvez seja um dos maiores desafios da área.

E, nesse sentido, a 45a. edição do Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas – CONARH traz como tema #Humanize. Para você, CEO, profissional de recursos humanos e gestão de pessoas, o que é humanizar em tempos de constantes transformações tecnológicas?

Para abrir o circuito de palestras neste primeiro dia de CONARH, às 13h, no auditório Magnas Indeed, Patch Adams, médico estadunidense que revolucionou o atendimento nos hospitais dos Estados Unidos, vai falar na palestra Humanize: o amor é contagioso, com mediação de Marcelo Pirani, palestrante, consultor e diretor da Cenarium Training.

Veja também:

Papo.com: Marcelo Pirani
O CONARH de 2019: #humanize

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail