Carreira e Educação

Mais de 23 milhões de pessoas trabalham como autônomos no país

Da Redação
24 de setembro de 2019

Aumento de trabalhadores autônomos é de 1,2% se comparado ao trimestre anterior

Créditos: Shutterstock

O Brasil ainda tenta se recuperar de uma das piores crises econômicas de sua história. Números divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que, há pelo menos 2 anos, mais de 3 milhões de brasileiros estão procurando emprego. Esse universo representa 26,2%, cerca de 1 em cada 4, dos desempregados no país no 2º trimestre deste ano.

Mesmo com um cenário não favorável, cada vez mais trabalhadores buscam novas formas de garantir a renda e superar as dificuldades. Ainda segundo o Instituto, houve um expressivo crescimento no número de pessoas que trabalham por conta própria no Brasil – os chamados freelancers. O levantamento mostrou que mais de 23 milhões de pessoas trabalham de maneira autônoma no país, um aumento de 1,2% se comparado com o trimestre anterior.

Leia também:

Seres autônomos e heterônomos
Cresce em 30% o número de projetos para freelancers no Brasil

Aumentar a renda, desfrutar de horários flexíveis ou desenvolver um “plano B” para a carreira, são alguns dos motivos que têm feito os trabalhos freelancers serem uma alternativa cada vez mais procurada pelos profissionais.

Porém, a vida deste tipo de profissional exige muita disciplina. Sebastián Siseles, vice-presidente internacional da Freelancer.com, afirma que criar rotinas ajuda a exercer a função.

“Uma boa organização para o domínio das ferramentas na hora do trabalho é fundamental. Quanto mais experiente e qualificado é o profissional, mais ele poderá cobrar pelo serviço que prestará. O valor agregado caminha junto com a qualidade do trabalho e a capacidade de propor soluções criativas, práticas e alinhadas às necessidades do projeto”, esclarece.

Mercado freelancer se mantém aquecido no 2° trimestre de 2019

Com a crescente demanda de profissionais autônomos, os trabalhos relacionados à machine learning e inteligência artificial registraram aumento na demanda, de acordo com o mais recente relatório Fast 50, do Freelancer.com, que mapeia o movimento trimestral das 50 categorias profissionais que mais crescem e das que mais diminuem no marketplace online da plataforma.

O atendimento ao cliente foi o grande vencedor no trimestre com a demanda pela habilidade crescendo 54,78% neste período de 2019 – de 1.913 para 2.961. Além disso, outros trabalhos se destacaram no como: Transcrição, Contabilidade, Escrita Acadêmica, Processamento de Dados, Desenvolvimento de aplicativos React Native, Análise Estatística, Machine Learning, Espanhol, Algoritmo e Assistência Virtual. Além dessas habilidades, trabalhos freelancer relacionados à Estatística e Matemática são as estrelas em ascensão do segundo trimestre de 2019, juntamente com Engenharia Mecânica.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail


fake rolex