Carreira e Educação

A procura por emprego durante o carnaval

Da Redação
28 de fevereiro de 2019

A expectativa dos brasileiros em relação ao desemprego tem tudo para ser otimista em 2019. Desfazendo do mito de que o ano só começa depois do carnaval, 48% dos brasileiros irão passar o feriado em busca de emprego, é o que aponta uma pesquisa realizada pela Catho com mais de 11 mil respondentes.

Crédito: Shutterstock

O cenário positivo também foi confirmado por meio de uma projeção realizada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que afirma que até o final do ano haverá uma queda de 1,4 milhão no número de desempregados brasileiros.

Dentre os motivos que levam os profissionais a procurarem emprego durante o período de folia 57,% afirmam que o fato de ser carnaval não interfere, 16% para que o recrutador veja que ele realmente está interessado, 14% porque desejam começar o ano empregado, 7% possuem maior disponibilidade e 6% por acreditar ser esse um período de menor concorrência.

A pesquisa ainda identificou que 66% dos respondentes não gostam de carnaval e explorou as outras formas que os brasileiros pretendem aproveitar o feriado. Dentre elas: 48% estará procurando emprego, 27% ficará em casa, 10% estudando ou fazendo cursos, 6% viajando, 2% maratonando séries, 1% na folia e 6% irão aproveitar de outras formas.

Para Bianca Machado, gerente da Catho, em um momento em que 77% dos respondentes estão desempregados, nada mais natural do que esses profissionais estarem realmente buscando um novo emprego.

“A pesquisa reflete a realidade do mercado de trabalho brasileiro. Profissionais com 6 meses ou mais desempregados e que precisam de estímulo com urgência. Segundo a pesquisa, eles acreditam que a melhor época do ano para procurar emprego é o início do ano, e, mesmo que tenham que abrir mão do feriado de carnaval, vale o esforço”, afirma a gestora.

A pesquisa ainda identificou que dentre os respondentes que estão desempregados (77%), 44% está sem emprego há quase 6 meses, 20% há quase 1 ano, 18% há mais de 3 anos, 13% há quase 2 anos e 5% há quase 3 anos. Dentre esses, 90% acreditam que esse é um bom momento para sair na busca por emprego.

Compartilhe nas redes sociais!

Enviar por e-mail